Repórter da Globonews é atacada ao vivo em frente a presídio

Larissa Carvalho participava do jornal Edição da Meia-Noite e relatava um princípio de tumulto em penitenciária mineira quando foi agredida. Uma mulher invadiu a transmissão e empurrou com violência a jornalista, que caiu no chão

A repórter Larissa Carvalho, da Globonews, foi atacada por uma mulher enquanto falava ao vivo de frente a um presídio em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. Larissa participava do jornal Edição da Meia-Noite e relatava um princípio de tumulto na penitenciária quando foi agredida. Uma mulher invadiu a transmissão e empurrou com violência a jornalista, que caiu no chão. A agressora foi contida por um agende segurança. A transmissão foi interrompida.

Alguns minutos depois, o apresentador perguntou a Larissa como ela estava. “Está tudo bem. Foi um susto, mas está tudo bem”, respondeu. Na sequência, a repórter explicou que a agressão partiu de uma parente de um preso. Os familiares dos presidiários não aceitavam a informação repassada pela Polícia Militar de que não havia feridos no tumulto entre os detentos. Veja o vídeo:

Leia mais sobre crise no sistema penitenciário

Continuar lendo