Relatório do TCU aponta que estatais são sócias em 234 empresas

A unidade de participações acionárias do BNDES é sócia de 42 companhias; o Banco do Brasil mantém sociedade com 19 empresas; a Petrobras com outras seis

Levantamento inédito feito pelo Tribunal de Contas da União (TCU) aponta que as estatais brasileiras são sócias em 234 empresas privadas e nelas injetam dinheiro público sem qualquer tipo de fiscalização. A informação é do jornal O Globo.

Pelas informações do TCU, o Banco do Brasil, por exemplo, mantém participação acionária em 19 empresas. O BNDESPar (unidade de participações acionárias do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), instituído para capitalizar empreendimentos, aparece como sócio em outras 42 companhias. A Petrobras é sócia de outras seis empresas, todas na área de energia.

De acordo com a reportagem, o levantamento faz parte de um processo de investigação aberto pelo órgão para apurar a extensão dos negócios paralelos das empresas públicas. “A participação societária de uma estatal em empresas privadas não significa necessariamente que existam irregularidades. O problema está na estatal participar da estruturação dessas empresas privadas para depois contratá-las sem licitação”, informa o Globo.

No passado, o plenário do TCU já determinou o encerramento de sociedades estruturadas pela Caixa Econômica Federal e pelos Correios após identificar ilegalidades nos contratos com as empresas privadas. Entre as irregularidades estavam, por exemplo, a formalização de acordos sem procedimentos licitatórios.

 

Confira a reportagem completa

Mais sobre o TCU

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!