PT e PSDB lideram ranking da caixinha eleitoral

Parlamentares dos dois partidos foram os que declararam à Justiça eleitoral ter recebido maior volume de doações de assessores. Ao todo, petistas ganharam R$ 1 milhão de seus funcionários no Congresso; já os tucanos ficaram com R$ 410 mil

Lúcio Vaz

O PT e o PSDB deram continuidade à polarização da disputa eleitoral. Os partidos de Dilma Rousseff e Aécio Neves também lideram o ranking da caixinha eleitoral, prática revelada pela Revista Congresso em Foco que consiste na doação de dinheiro, horas de trabalho, férias e até empréstimo de veículo por parte de assessores parlamentares para sues respectivos chefes.

O deputado Rubens Otoni (PT-GO) e o senador Mário Couto (PSDB) foram os que arrecadaram mais recursos entre os 233 parlamentares que declararam à Justiça eleitoral ter recebido doações de funcionários. O petista, que se reelegeu, contabilizou R$ 90,7 mil recolhidos no próprio gabinete; já o tucano, que perdeu a reeleição, informou ter levantado R$ 80,8 mil entre seus funcionários. Dos R$ 3 milhões repassados por servidores para seus chefes, de acordo com a prestação final de contas, R$ 1 milhão tiveram como destino parlamentares do PT. Com R$ 410 mil, o PSDB aparece em segundo lugar no ranking da caixinha eleitoral do Congresso.

Os que mais receberam
Os dez congressistas que mais arrecadaram entre seus funcionários, segundo a prestação final de contas entregue ao TSE

Parlamentar                      Valor (R$)

Rubens Otoni (PT-GO)            90.700

Mário Couto (PSDB-PA)*       80.800

Lídice da Mata (PSB-BA)*      79.400

Chico Alencar (Psol-RJ)         67.500

Acir Gurgacz (PDT-RO)*        63.400

Alfredo Kaefer (PSDB-PR)     58.000

Marcus Pestana (PSDB-MG)  56.100

Janete Rocha Pietá (PT-SP)   50.800

Marcelo Crivella (PRB-RJ)*   50.000

Luiz Couto (PT-PB)                   46.600

* Senadores

Os partidos que mais arrecadaram

Parlamentares de cinco legendas ficaram com mais de dois terços de todo o montante levantado entre funcionários de todo o Congresso

Partido                Servidores         Parlamentares Valor (em R$)

PT                          304                        64                                 1.003.000

PSDB                     79                           22                                  410.000

PMDB                   57                           24                                   209.000

PSB                        37                           14                                   204.000

PDT                       38                           9                                    191.000

Total                     749                        233                           2.976.000

Os assessores que doaram mais
Os dez funcionários que fizeram as maiores contribuições para os seus chefes

Assessor                             Valor (R$)           Parlamentar

José Maurício Braga              43.600   Marcus Pestana (PSDB-PR)

Matias Barboza Marias         25.000   Marcelo Crivella (PRB-RJ)*

Muna Zeyn                                24.000   Luiza Erundina (PSB-SP)

José Lopes de Oliveira           24.000   Benedito de Lira (PP-AL)*

Cristina Ribeiro Brito            21.800   Lídice da Mata (PSB-BA)*

Bruna Lessa Barone               21.600   Lídice da Mata*

Fernando Peres                       20.000   Hélcio Silva (PT-SP)

Vicente Chelotte                     18.000   Íris de Araújo (PMDB-GO)

Éder Messias Toledo            16.300   Janete Pietá (PT-SP)

Madson da Veiga                 16.200   Rubens Otoni (PT-GO)

* Senadores

Fonte: Revista Congresso em Foco, com base em dados da prestação final de contas dos candidatos, divulgada pelo TSE. Doações em recursos financeiras ou estimadas, em serviço

Caixinha eleitoral dobra no Congresso

Se você não é assinante do UOL ou da revista, entre aqui e faça a sua assinatura agora

Mais sobre a caixinha eleitoral

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!