Psol vai pedir processo contra Rodrigo Bethlem no Conselho de Ética

Deputado federal teria recebido propina quando era secretário municipal no Rio. Ele desistiu de tentar reeleição e já é alvo de representação formulada pelo PPS

O Psol anunciou que vai pedir ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados a abertura de processo disciplinar contra o deputado federal Rodrigo Bethlem (PMDB-RJ). A representação deve ser protocolada na próxima terça (5).

O partido quer a apuração do suposto envolvimento de Rodrigo Bethlem em caso de corrupção. Ele aparece em gravações de áudio de vídeo, divulgadas pelas revistas Época e Veja, admitindo receber propina quando secretário da prefeitura do Rio de Janeiro e ter uma conta na Suíça (não declarada). As gravações foram feitas pela ex-mulher do parlamentar, Vanessa Felippe – ela discordava do valor da pensão após o divórcio.

Na última terça (29), o PPS já protocolou uma representação referente ao mesmo caso na corregedoria da Câmara. Bethlem desistiu de tentar a reeleição, mas o processo no Conselho de Ética pode culminar em perda do mandato.

Nas gravações, Bethlem falou sobre o esquema num diálogo com a ex-mulher, em 2011. De acordo com as reportagens, pelo esquema, ele recebia até R$ 85 mil por mês (fora do salário) a partir do desvio de dinheiro de contratos firmados pela prefeitura. O parlamentar negou a acusação.

 

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!