PSDB confirma senador Aloysio Nunes como vice de Aécio Neves

PSDB anunciou o senador como candidato a vice na chapa do presidenciável tucano Aécio Neves, que tem figurado em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto. Aloysio foi ministro no governo de FHC

O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) vai ser o candidato a vice-presidente da República na chapa do presidenciável tucano, o também senador Aécio Neves (MG). O anúncio foi feito nesta segunda-feira (30). Aloysio foi o senador eleito mais bem votado em São Paulo nas eleições de 2010.

O PSDB confirmou a candidatura de Aécio Neves ao Palácio do Planalto no último dia 14. Ele aparece em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, atrás da presidenta Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição.

Tanto Dilma quando o presidenciável do PSB, o ex-governador pernambucano Eduardo Campos, confirmaram com antecedência os candidatos a vice em suas chapas. A petista manteve a parceria com Michel Temer (PMDB), atual vice-presidente da República. A ex-ministra e ex-senadora Marina Silva é a candidata a vice na chapa pessebista.

As principais bandeiras defendidas pelo PSDB têm sido o controle da inflação e o combate à corrupção. Aécio declarou que a escolha de Aloysio foi motivada pela coerência do parlamentar. "A trajetória exemplar de Aloysio na vida pública fazem com que, a partir de agora, a nossa caminhada se fortaleça".

Líder do PSDB no Senado desde o ano passado, Aloysio ficou exilado na França durante quase dez anos no período da ditadura militar no Brasil. É formado em direito. Exerceu mandatos de deputado estadual e federal pelo PMDB. Foi ministro da secretaria-geral da presidência da República e ministro da Justiça na gestão de Fernando Henrique Cardoso.

O senador José Agripino Maia, líder do DEM, vai coordenar a campanha da chapa. O prazo para confirmação das candidaturas para as eleições de outubro termina hoje. Os partidos e coligações têm até o dia 5 de julho para registrar as candidaturas na Justiça eleitoral.

 

Mais sobre eleições

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo