PSB retificará prestação de contas para incluir avião usado por Eduardo

Segundo advogado do partido, jato não foi incluído na prestação final porque Anac ainda não forneceu horas de voo do Cessna que caiu em Santos. Campanha de Marina declarou ter arrecadado R$ 62 milhões

A campanha de Marina Silva (PSB) à Presidência da República fará uma retificação na prestação de contas final da candidata para incluir as despesas com a utilização do jato Cessna pelo ex-presidenciável Eduardo Campos. O advogado do partido, Ricardo Penteado, declarou ao jornal O Globo que o valor da doação não foi quantificado porque a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ainda não informou o número de horas de voo do avião, que caiu no dia 13 de agosto, matando Eduardo e outras seis pessoas.

Segundo ele, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi informado da utilização da aeronave por meio de uma nota de esclarecimento. Na retificação, de acordo com o advogado, constará que o jato foi doado à campanha. Cobrado por adversários durante a disputa eleitoral sobre a origem do Cessna, o PSB havia dito que incluiria o avião na prestação final de contas.

Marina declarou à Justiça eleitoral ter arrecadado e gastado R$ 62 milhões. O prazo para a prestação final de contas dos candidatos que participaram do primeiro turno acabou ontem (4). Os recursos também incluem o período em que a candidatura do PSB era encabeçada por Eduardo Campos. A maior parte da arrecadação veio do diretório nacional e do comitê da campanha da candidata. A ex-senadora ficou na terceira colocação com 22 milhões de votos. A presidente reeleita, Dilma Rousseff (PT), o tucano Aécio Neves e os candidatos a governador que participaram do segundo turno têm prazo maior para prestar contas.

Além de Eduardo Campos, morreram no acidente ocorrido na cidade de Santos (SP) o ex-deputado Pedro Valadares, o assessor de imprensa Carlos Augusto Percol, o cinegrafista Marcelo Lira, o fotógrafo Alexandre Severo  e os pilotos Marcos Martins e Geraldo da Cunha.

Mais sobre Eduardo Campos

Mais sobre eleições 2014

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!