Promessas de campanha resultam em discussão na Câmara

Líder do DEM afirma que presidente da Câmara não honrou compromissos ao permitir que o partido perdesse 11ª escolha das comissões da Casa. Deputados aprovaram a urgência para criação da Corregedoria autônoma

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e o líder do DEM, Ronaldo Caiado (DEM-GO), trocaram insultos em plenário na noite desta quarta-feira (20). Promessas de campanha para a Mesa foram cobradas em meio a uma discussão com dedo em riste e frases de efeito como “punhalada pelas costas”, “falta de cumprimento de acordos”, “prejulgamentos preconceituosos”, “faltou com a verdade”, “desrespeito”.

O motivo é uma briga de poder no rearranjo partidário da Câmara, que foi modificado à força pela criação do PSD em 2011. Para acomodar todos os partidos, este ano a Câmara desmembrou a Comissão de Educação . Mas, com isso, o DEM deixou de escolher o presidente da 11ª comissão, e passou a ficar com a 14ª opção. Durante a sessão de hoje, Henrique Alves colocou o pedido de urgência do projeto de resolução que retira a Corregedoria da terceira secretaria (antes era na segunda vice-presidência) e a transforma em órgão autônomo vinculado à Presidência.

Também foi colocada em discussão a urgência para criação de novos cargos para atender o PSD, partido criado pelo ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab em 2011. No total, são 59.

Caiado não gostou e disse que esse não era o compromisso de Henrique Alves nos acordos que selaram os votos do DEM em sua campanha vitoriosa à presidência da Câmara. “Eu sei cumprir os acordos”, rebateu Alves. Após o bate boca entre os dois, o pedido de urgência foi aprovado. A expectativa é que o mérito da proposta seja analisada ainda na noite de hoje.

Câmara define comissões após disputa de partidos
Disputa entre partidos atrasa comissões da Câmara
Deputados do PSD disparam contra líder petista na Câmara
Câmara cria duas novas comissões para abrigar PSD

Veja tudo sobre as comissões

Curta o Congresso em Foco no facebook
Siga o Congresso em Foco no twitter

Vídeo: Saiba mais sobre o Congresso em Foco

comissõesDEMHenrique Eduardo AlvesPSDRonaldo Caiado