Projeto de ‘biônicos’ faz Uruguai ameaçar deixar Parlasul

Sylvio Costa

A representação do Uruguai no Parlamento do Mercosul (Parlasul) ameaça renunciar ao colegiado se o Congresso Nacional brasileiro insistir em indicar deputados e senadores derrotados nas urnas para a instituição. Quem informa é o vice-chanceler do país vizinho, Roberto Conde, que deu essa garantia ao deputado federal Dr. Rosinha (PT-PR).


“Nós sairemos até que seja recomposta a situação”, disse Conde e Rosinha nesta quarta-feira (22), segundo relato do próprio deputado. Como revelou o Congresso em Foco, o vice-presidente do Congresso, Marco Maia, disse que a Mesa pode colocar a proposta em votação ainda hoje. O PMDB da Câmara já indicou formalmente seis deputados que ficarão sem mandato em 2011 para integrarem o Parlasul.


Entenda o caso: Congresso insiste em volta de parlamentar biônico

Congresso barra projeto dos parlamentares biônicos

Roberto Conde é o número dois do Ministério das Relações Exteriores do Uruguai. Ele já foi parlamentar e membro do Parlasul.


Rosinha informou que, se houver a votação do polêmico projeto de resolução, ele ocorrerá mais à noite, depois da aprovação do orçamento. O deputado, que foi presidente do Parlasul, reafirmou que pedirá verificação de quórum para derrubar a sessão caso a proposta entre em discussão.

Continuar lendo