Programa de TV é o segundo maior gasto nas campanhas

Levantamento da APCF mostra que R$ 87 milhões foram gastos por candidatos a governador e prefeito nas eleições de 2010 e 2012 com a produção de audiovisual

Depois dos gastos com contratação de pessoal ou serviços de terceiros, a principal despesa das campanhas políticas é com a produção de programas de rádio, TV ou vídeo. Foram R$ 87 milhões despendidos por governadores e prefeitos de capital eleitos em todo o país nas últimas eleições, segundo estudo inédito da Associação dos Peritos Criminais Federais (APCF) no banco de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As informações não incluem despesas feitas por partidos e coligações.

Se despesas com pessoal significam 33% dos R$ 499 milhões gastos, programas audiovisual representam 18%. Em seguida, vêm a publicidade por materiais impressos, com R$ 61 milhões (12%), doações a outros candidatos e comitês financeiros, com R$ 27 milhões (6%), carros de som e placas, com R$ 26 milhões cada um (5%).

Candidatos gastam R$ 164 milhões com pessoal

Outros textos sobre a mirreforma eleitoral

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!