Procurador denuncia 37 por mensalão do DEM no DF

Entre os denunciados está o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda. Na denúncia, Roberto Gurgel diz que há fortes indícios de pagamento a políticos em troca de apoio

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, denunciou 37 pessoas por envolvimento com o esquema que ficou conhecido como mensalão do DEM no Distrito Federal. O principal denunciado é o ex-governador José Roberto Arruda, que chegou a ser preso quando o esquema foi desvendado e renunciou de seu mandato para não ser cassado. Entre os denunciados, está também o ex-vice-governador do DF Paulo Octávio.

O mensalão do DEM foi descoberto na Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal. O ex-secretário do Governo do Distrito Federal Durval Barbosa fez um acordo de delação premiada com o Ministério Público e, a partir daí, começou a gravar vídeos em que flagrava políticos de Brasília e integrantes do governo recebendo propinas. Entre eles, estava o próprio Arruda.

Veja quem são os denunciados no mensalão do DEM do DF
Tudo sobre a Operação Caixa de Pandora

Outros destaques de hoje no Congresso em Foco

De acordo com a denúncia, o grupo criminoso liderado por Arruda desviou pelo menos R$ 100 milhões dos cofres públicos em contratos sem licitação. A denúncia do Ministério Público tem 191 páginas e foi encaminhada ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Veja aqui mais detalhes de como funcionava o esquema

Conheça o Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!