Prestígio no prêmio costuma se confirmar nas urnas

A história do Prêmio Congresso em Foco – que até o dia 20 escolherá pela internet os melhores parlamentares do país – mostra que ele é uma espécie de radar de políticos com potencial promissor

Como ocorre em toda premiação muito disputada, os nomes dos vencedores do Prêmio Congresso em Foco nem sempre obtêm unanimidade. Mas um fato é inegável: a eficiência da eleição pela internet dos melhores parlamentares do ano para demonstrar quais são os deputados e senadores mais bem avaliados pela população.

Uma demonstração disso é que nas oito edições anteriores do prêmio o prestígio identificado na votação digital várias vezes se confirmou depois na trajetória pessoal dos premiados. Muitos se reelegeram com votações ainda mais expressivas do que aquelas anteriormente obtidas. Outros tiveram sucesso ao tentar voos mais altos, como os atuais governadores e ex-senadores Pedro Taques (PSDB-MT) e Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) ou os senadores Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Walter Pinheiro (PT-BA), ambos homenageados por seu desempenho anterior, como deputados.

E houve aqueles que, mesmo sem terem obtido vitória eleitoral, se tornaram nacionalmente mais conhecidos. Evidente que não se pode atribuir ao prêmio nem as conquistas nem os percalços vividos por ex-premiados, mas é sintomático que vários deles se tornaram candidatos a presidente da República, ampliando a sua influência tanto na disputa política quanto nas redes sociais.

Na última eleição presidencial, por exemplo, havia três candidatos a presidente que no passado foram agraciados: a ex-senadora Marina Silva (PSB-AC), a ex-deputada Luciana Genro (Psol-RS) e o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Outro ex-presidenciável é o senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que em 2006 se candidatou à Presidência da República. Um dos congressistas mas ativos na comunicação direta com os eleitores através das mídias sociais, ele levou para o prêmio o prestígio adquirido na rede e nas ruas, sobretudo como defensor da causa da educação.

A premiação neste ano

Você pode entrar aqui para votar até o próximo dia 20 em qualquer deputado ou senador que exerce ou exerceu mandato na atual legislatura (iniciada em fevereiro), desde que ele - ou ela - não responda a inquéritos ou ações criminais no Supremo Tribunal Federal.

Monitorada pela Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), a votação pela internet é cercada de cuidados para evitar qualquer tipo de manipulação. O regulamento permite – e o espírito do projeto, favorável ao desenvolvimento da cultura digital, até estimula – que os parlamentares mobilizem apoiadores e façam campanhas, mas impede a utilização de robôs, perfis falsos ou qualquer outro expediente que possa distorcer os resultados.

Realizada em parceria com o site Vote na Web, a votação digital é feita por meio de utilização de senha do Facebook, do Google Mais ou obtida através de cadastramento direto.

Patrocinado pela Ambev e pela Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (Anabb), o prêmio culminará com um evento em Brasília, no dia 8 de outubro. Haverá premiação em sete categorias cujos ganhadores serão integralmente definidos pela internet. As duas principais homenagearão os dez senadores e os 20 melhores deputados de 2015.

Serão premiados ainda os cinco mais votados pela internet nas seguintes categorias especiais:

Defesa da Cidadania e da Justiça Social, que é apoiada pela Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais (Anadef) e pelo Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz);

Defesa da Agropecuária, com o apoio do Sindicato Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical);

Profissionalização da Gestão Pública, oferecida pelas quatro entidades que integram o Ciclo de Gestão do Poder Executivo Federal - Associação Nacional dos Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (Anesp), Associação dos Analistas de Comércio Exterior (AACE), Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Planejamento e Orçamento (Assecor) e Associação dos Servidores do Ipea (Afipea);

Combate à Corrupção e ao Crime Organizado, categoria apoiada pela APCF; e

Parlamentares de Futuro, que é oferecida pela Ambev e na qual a disputa se dá exclusivamente entre deputados e senadores com menos de 45 anos de idade.

Outras duas categorias de premiação destacarão os deputados e os senadores mais bem avaliados pelos jornalistas especializados na cobertura do Congresso Nacional. Nesse caso, a eleição será feita a partir desta terça-feira (8) até a próxima quarta (10), por meio de urnas itinerantes, com acompanhamento do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal. Os cinco deputados e os cinco senadores mais votados receberão o prêmio, respectivamente, da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip) e da Anabb.

Também apoiam o prêmio a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e a Associação Nacional dos Procuradores do Estado (Anape).

Criado por este site em 2006, o Prêmio Congresso em Foco procura estimular os cidadãos a refletirem sobre o desempenho dos parlamentares e a acompanharem mais de perto as suas ações, reconhecendo ao mesmo tempo a importância do Poder Legislativo em uma democracia. Boa parte da credibilidade da premiação decorre da cobertura jornalística apartidária e independente que sempre marcou o Congresso em Foco. Primeiro veículo de imprensa brasileiro a publicar (em março de 2004) uma lista de políticos com acusações criminais formalizadas na Justiça, fato que deu início a discussão pública sobre os chamados "ficha suja", o site - assim como a revista que dele se originou - fez várias revelações de impacto a respeito de problemas que hoje deformam o exercício da atividade política no país.

Nossa visão, expressa recentemente em editorial, é de que fiscalizar o poder e punir aqueles que se protegem sob o mandato parlamentar é tão vital para o futuro da democracia brasileira quanto reconhecer os melhores congressistas, que podem contribuir para levar a representação política no Brasil a patamares mais elevados.

 

Clique aqui para votar

Editorial: cadeia para quem precisa, prêmio para quem merece

Outras informações sobre o prêmio

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!