Presidenta do TSE pede que eleitor “vote limpo”

Carmén Lúcia pede responsabilidade e lembra que cidadão pode escolher entre “ser agradecido ou perdoado pelos que vierem depois”

A presidenta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, pediu neste sábado (6) que o eleitor “vote limpo” ao escolher os prefeitos e vereadores dos mais de 5.500 municípios brasileiros nas eleições de amanhã. “Neste domingo, vote limpo, porque o Brasil merece”, disse. A ministra destacou que a população é quer era responsável pela criação da lei da ficha limpa, que impede a candidatura de políticos condenados por mais de um juiz sob a acusação de crimes graves.

Entre aqui para pesquisar a ficha dos candidatos

“Você é o autor da lei da ficha limpa, e nós garantiremos a sua aplicação, mas quem vota é você”, afirmou Cármen. Ela destacou que o voto é exercício de cidadania de livre escolha popular, mas destacou a responsabilidade ao lado de tamanha liberdade. “Você escolhe se quer ser agradecido oi perdoado pelos que vierem depois”, disse a presidente do TSE.

A ministra lembrou que é preciso construir o país a cada eleição. Disse que se espera do país um lugar “” igual, honrado e limpo”. “Não é fácil, mas viver também não é, e seguimos vivendo”, completou Cármen Lúcia.

No julgamento do mensalão, ela deu um recado à juventude. “Não gostaria de que a dez dias das eleições o jovem brasileiro desacreditasse da política por causa do erro de um ou de outro”, disse. Cármen Lúcia destacou que houve “furto da esperança de uma sociedade” às vésperas da eleição.

Tudo sobre eleições

Saiba mais sobre o Congresso em Foco (2 minutos em vídeo)

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!