Presidente do TSE divulga contracheque

Se antecipando aos demais ministros do STF, a ministra Carmem Lúcia, presidente da Corte Eleitoral divulgou quanto ganha, no Supremo e no TSE. Veja aqui os contracheques da ministra

A ministra Cármen Lúcia, presidenta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e integrante do Supremo Tribunal Federal (STF), divulgou hoje (23) os salários que ganha nos dois tribunais. Segundo a ministra, a decisão atende à Lei de Acesso a Informações Públicas, que entrou em vigor na quarta-feira (16) passada. Ela informou que, a partir de agora, divulgará mensalmente seus vencimentos.

Leia tudo sobre a Lei de Acesso

Leia outros destaques de hoje do Congresso em Foco

De acordo com o documento divulgado no site do TSE, Carmem Lúcia recebe R$ 26,7 mil no STF, teto do funcionalismo público. R$ 8,8 mil são descontados em impostos. Já na outra Corte, a ministra recebe gratificação de presença mensal de R$ 6,4 mil, dos quais são descontados R$ 1 mil de impostos, o que somado ao salário do STF supera o teto constitucionail. A legislação permite que os ministros que integram o TSE ganhem acima desse máximo.

Veja o contracheque de Carmen Lúcia do STF:

 

 

Veja o contracheque de Carmen Lúcia do TSE:


De acordo com o TSE, a divulgação dos contracheques dos demais ministros e servidores ainda deverá ser discutida em sessão administrativa, que deverá acontecer amanhã.

Ontem (22), o STF decidiu que divulgará os contracheques de ministros, ex-ministros e servidores da Corte. A decisão foi tomada ontem (22) em reunião administrativa convocada para discutir pontos da Lei de Acesso a Informações Públicas. Desta forma, o STF segue o modelo instituído pelo Executivo por decreto legislativo, que obriga a divulgação das folhas de pagamento de todos os servidores do executivo federal sem cortes, por considerar que todas as informações que envolvem dinheiro público são públicas.

Saiba mais sobre o Congresso em Foco (vídeo)

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!