PPS quer ouvir ex-ministros de Dilma na CPI da Petrobras

Integrantes do partido querem ouvir os ex-ministros Gleisi Hoffmann, Gilberto Carvalho, Ideli Salvatti e Paulo Bernardo

O PPS ingressou durante essa semana com uma série de requerimentos tentando ouvir quatro ex-ministros do governo Dilma na CPI da Petrobras. A suspeita dos parlamentares é que eles tem envolvimento com o esquema de corrupção na Estatal.

Os parlamentares pedem que sejam ouvidos na comissão parlamentar de inquérito o ex-secretário-geral da Presidência Gilberto Carvalho, a ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann e ex-ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais Ideli Salvatti. Também propõem ouvir o ex-ministro das Comunicações Paulo Bernardo.

Os requerimentos foram apresentados pelos deputados Arnaldo Jordy (PA), Eliziane Gama (MA) e Moses Rodrigues (CE), todos do PPS. “A CPI precisa ouvir estes personagens que pertenceram à cúpula do Planalto e que são alvo de vários depoimentos dos operadores da propina na companhia de petróleo. Nos chama mais ainda a atenção que a sede do Executivo Federal tenha servido de bunker para a quadrilha que assaltou a Petrobras durante décadas”, justificam os autores dos requerimentos.

Bernardo e a mulher, Gleisi, por exemplo, figuram na lista de políticos investigados no Supremo Tribunal Federal por se beneficiarem do esquema de fraudes na Petrobras. A senadora do PT também foi apontada pelo ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa, em sua delação premiada, de ter recebido R$ 1 milhão em propinas.

Saiba mais sobre a CPI da Petrobras

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!