PPS e PSB anunciam processo de fusão

Representantes das legendas falam que serão a quarta maior força no Congresso caso fusão seja instituída

Representantes do PSB e do PPS anunciaram nesta quarta-feira (29) o início de um processo de fusão das duas legendas. O nome da nova sigla, no entanto, ainda não está definido. Ambas visam concluir o processo no final do primeiro semestre com vistas às eleições municipais de 2016.

Neste cenário, a intenção da nova sigla é ter como carro-chefe a candidatura de Marta Suplicy à prefeitura de São Paulo. A senadora entregou sua carta de desfiliação ao PT nesta terça-feira. “Ela é nossa convidada. Nós damos a vinda dela [ao novo partido] como certa. Ela virá e poderá ser candidata”, declarou Carlos Siqueira, presidente do PSB.

O processo de fusão, no entanto, ainda será discutido em uma convenção nacional que será realizada em junho. O PPS também vai realizar um evento semelhante.

A nova legenda deve nascer com pelo menos 8 senadores, 48 deputados federais e 92 deputados estaduais, além de 568 prefeituras e mais de 5,8 mil vereadores. Assim, a nova legenda, caso seja instituída, nasce com a quarta maior bancada a Câmara atrás apenas de PMDB, PT e PSDB.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!