Polícia identifica mulher que chamou de “macaca” filha de Bruno Gagliasso; ator registra queixa

Reprodução

“Day McCarthy”, como a acusada se apresenta na internet, nasceu Dayane Alcântara Couto de Andrade

 

Blogueira “ostentação”

Mas o internauta parecer não fazer restrições ao conteúdo ofensivo compartilhado em redes sociais. Só nesta segunda-feira (27), quando o boletim de ocorrência foi formalizado por Bruno, a conta de Dayane no Instagram aumento em mais de 50 mil seguidores. Mas a página, antes aberta aos internautas, tornou-se restrita aos contatos da acusada.

Também no Twitter e no Facebook suas contas parecem ter sido restringidas ou encerradas. No Instagram, um perfil que se apresenta como daymaccarthy_oficial – e que, com apenas 835 seguidores, parece ser falso – avisa: “Infelizmente fui hackeada, perfil novo e oficial. Em breve novidades”.

Nas suas redes sociais, Dayane faz a linha “ostentação”, exibindo-se em simulações de luxo e glamour e referindo-se constantemente a celebridades como Kim Kardashian, famosas justamente pela riqueza – real – que exibem em postagens na internet. Em uma de suas postagens, ela diz ter publicado quatro livros e que servir de “inspiração” é um de seus principais desejos.

 

<< Com participação de artistas, ONU lança campanha no Brasil para alertar sobre violência contra negros

<< Leia mais sobre racismo


Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!