PMDB é o partido com mais barrados pela Justiça

Mais de 500 candidatos peemedebistas tiveram a candidatura contestada pela Justiça. Em seguida, vêm PT e PSDB

Seis partidos tiveram mais de 300 candidatos barrados pela Justiça. Na frente, estão PMDB, PT e PSDB. Há 502 políticos peemedebistas, 473 petistas e 409 tucanos cujos votos foram anulados pela Justiça. Em quarto lugar, o PDT tem 341 candidatos, seguido do PSD (309), do PP (308) e do PSB (304).

 

Partido Candidatos barrados
PMDB 502
PT 473
PSDB 409
PDT 341
PSD 309
PP 308
PSB 304
PR 287
PPS 264
PTB 260
PSC 248
DEM 243
PV 214
PRB 207
PCdoB 171
PSL 166
PTdoB 166
PRTB 159
PHS 128
PTN 119
PTC 115
PRP 110
PSDC 110
PMN 94
PSOL 60
PPL 46
PSTU 6
PCB 5
PCO 5

Situações podem mudar

Só um quarto dos 5.829 políticos relacionados pelo TSE estão barrados definitivamente. Esses 1.461 candidatos não podem mais recorrer das decisões que os tiraram da disputa, ou aguardar novos julgamentos ou desfazer a renúncia decidida por eles. Para esses políticos, a eleição acabou mesmo. Mas eles tiveram apenas 172 mil votos, ou só 5% do total do grupo.

Os outros três quartos de políticos ainda podem mudar suas situações perante a Justiça. Este ano, o TSE recebeu quase 7 mil processos recebidos, dos quais cerca de 3,6 mil estão com julgamento pendente. No caso da Lei da Ficha Limpa, há 2.247 recursos no TSE, dos quais só 764 foram julgados até o momento.

Há quatro anos, a corte também recebeu por volta de 6 mil contestações. Porém, como a Lei da Ficha Limpa não existia na época, a quantidade de processos em aberto depois do primeiro turno foi menor: 2.500.

Eleições municipais acontecem sub júdice
Barrados pela Justiça perderam 3,4 milhões de votos

Saiba mais sobre o Congresso em Foco (2 minutos em vídeo)

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!