Plano de Aécio para educação custaria cinco vezes o Bolsa Família

De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, o Mutirão de Oportunidades representaria um gasto de R$ 136,2 bilhões ao ano. Valor supera também o orçamento total do Ministério da Educação

Um dos principais planos do presidenciável Aécio Neves (PSDB) para a educação, o Mutirão de Oportunidades teria um custo anual equivalente a cinco vezes o valor gasto com o programa Bolsa Família. De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, a despesa por ano chegaria a R$ 136,2 bilhões caso todos os jovens com os requisitos necessários sejam beneficiados pela proposta.

Pelo plano, todo jovem que ainda não completou a educação básica receberia um salário mínimo por mês para voltar à sala de aula. Segundo o jornal, o público alvo são pessoas entre 15 e 29 anos, um universo que representa 15,6 milhões de pessoas. Ao receber o benefício, estudariam de 12 a 24 meses para concluir a educação básica.

O valor projetado de gasto anual equivale a cinco vezes a despesa do governo com o Bolsa Família, principal programa de distribuição de renda: R$ 25 bilhões. É maior até que o orçamento total do Ministério da Educação, hoje na casa dos R$ 98,6 bilhões.

De acordo com a assessoria de Aécio, a meta é atender todos os jovens em até dez anos. “Portanto, o cálculo entre o número de jovens aptos para o benefício e o valor do salário mínimo não representa a demanda atual”, disse a assessoria à Folha.

Leia a íntegra da matéria

Mais sobre as eleições

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!