Planalto aponta servidor que fez alterações em perfis de jornalistas na Wikipedia

Governo informou que funcionário pediu desligamento do cargo de chefe. Segundo jornal, rede do Palácio do Planalto foi usada para alterar perfis em enciclopédia virtual

A Casa Civil da presidência da República anunciou nesta quinta-feira (11) que foi identificado o servidor público responsável pelas alterações dos perfis dos jornalistas Miriam Leitão e Carlos Alberto Sardenberg na enciclopédia virtual Wikipedia. De acordo com a pasta, a comissão de sindicância investigativa identificou Luiz Alberto Marques Vieira Filho como autor das mudanças.

Servidor público efetivo da carreira de finanças e controle, ele ocupa o cargo de chefe da assessoria parlamentar do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Em nota, a Casa Civil informou ainda que vai ser aberto processo administrativo disciplinar sobre o caso, mas que Vieira Filho já solicitou desligamento do cargo que ocupa atualmente. Ele atuava como assessor da Secretaria de Relações Institucionais, que funciona no Palácio do Planalto, onde usou "recursos de informática" para fazer as alterações.

Em 8 de agosto, o jornal O Globo denunciou as alterações dos perfis dos dois jornalistas na enciclopédia virtual. De acordo com a reportagem, foram incluídas, na Wikipedia, críticas à atuação dos profissionais como comentaristas econômicos. O decreto referente à exoneração deve ser publicado no Diário Oficial da União nesta sexta (12).

 

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!