Picciani articula para retomar liderança do PMDB na Câmara

"O PMDB há muito tempo tinha encerrado prática da feitura de listas. Ela foi reinaugurada hoje. Pode ser que a qualquer momento surjam outras", disse o parlamentar, sobre a troca de líderes

O deputado Leonardo Picciani (RJ) está disposto a retornar à liderança do PMDB na Câmara, depois de ter sido destituído por parlamentares que, insatisfeitos com a aproximação entre ele e a presidente Dilma Rousseff, escolheram Leonardo Quintão (MG) para a função. Segundo aliados, Picciani está tentando coletar assinaturas para tentar a volta.

"Se a bancada em algum momento achar que eu deva retornar à função [de líder], eu posso vir a retornar. Se não, continuarei a desempenhar meu mandato no plenário da Câmara dos deputados", garantiu o ex-líder.

Picciani frisou que pode surgir nova lista para substituir Quintão. "A qualquer momento, a qualquer hora e a qualquer dia, pode vir uma lista e trocar o líder da bancada", afirmou. Sobre a possibilidade de haver reação, Picciani destacou que a prática de listas com assinaturas para substituir líder está "reinaugurada" no PMDB.

"A reação não cabe a mim. Se houver alguma reação, ela será do conjunto da bancada do PMDB. Houve uma decisão tomada pela maioria da bancada, com um voto de diferença. O que destaco é que o PMDB há muito tempo tinha encerrado prática da feitura de listas. Essa prática foi aberta hoje, reinaugurada hoje. Então está reaberta a temporada de listas. Pode ser que a qualquer momento surjam outras", disse.

Leia mais na matéria do portal G1

Mais sobre a crise na base

Continuar lendo