PGE pede novamente que Arruda seja impedido de continuar em campanha

Procuradoria já tinha pedido à Justiça para proibir Arruda de fazer campanha, mas havia recurso pendente. Jaqueline Roriz e José Riva também são alvos de pedido

A Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE) voltou a pedir nesta sexta (12) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que impeça José Roberto Arruda, candidato do PR ao governo do Distrito Federal, de continuar em campanha. Em sessão ontem, o TSE negou embargos de declaração apresentados pela defesa de Arruda na tentativa de reverter o indeferimento da candidatura.

O mesmo pedido já tinha sido apresentado ao tribunal, mas foi negado porque o recurso julgado nesta quinta estava pendente.

Arruda teve a candidatura barrada pela Justiça eleitoral -- em primeira e segunda instâncias -- com base na lei da Ficha Limpa por ter sido condenado por improbidade administrativa em processo referente ao "mensalão do DEM".

A PGE alega que, embora caiba recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF), a questão já foi definida pela Justiça eleitoral.

A procuradoria também pediu que a deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF), que tenta a reeleição, e José Riva (PSD), candidato ao governo de Mato Grosso, sejam impedidos de continuar em campanha. As duas candidaturas foram barradas com base na lei da Ficha Limpa.

 

Mais sobre eleições 2014

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!