PF prende e faz buscas no Ministério do Turismo em nova ação contra Henrique Eduardo Alves

Polícia federal, operação manus, operação lavat, Henrique Eduardo Alves, PMDB, ministério do turismo, eleições 2014, natal, Brasília, nordeste,

A Polícia Federal faz buscas e apreensões, inclusive no Ministério do Turismo, em Brasília, na manhã desta quinta-feira (26). A ação, batizada de “Lavat”, ainda inclui três prisões temporárias. O objetivo é combater crimes durante as eleições para o governo do Rio Grande do Norte em 2041. A “Lavat” é continuidade da “Manus”, que investigou e prendeu o ex-ministro do Turismo e ex-candidato a governador Henrique Eduardo Alves (PMDB), preso desde junho.

Segundo a PF, a “organização criminosa” investigada “continuou praticando crimes de lavagem de dinheiro”. As prisões temporárias duram geralmente por cinco dias. A PF cumpre ainda duas conduções coercitivas, quando os investigados levados para depor e são liberados horas depois. A polícia ainda cumpre 22 ordens de busca e apreensão. Há 110 policiais nas ruas de Brasília, Natal (RN) e nas cidades potiguares de Parnamirim, Nísia Floresta, São José do Mipibu e Angicos.

A PF diz que a continuidade dos crimes se comprovou na análise do material apreendido nas Operação “Manus”. “Foram identificadas fortes evidências quanto à atuação de outras pessoas pertencentes a organização criminosa, que continuou praticando crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de valores para o chefe do grupo”, afirma a corporação, em nota.

Os investigadores ainda encontraram “esquema criminoso que fraudava licitações em diversos municípios do Estado visando obter contratos públicos”. Os contratos somam R4 5,5 milhões aproximadamente. O esquema tinha era usado “para alimentar a campanha ao governo do Estado de 2014”, de acordo com a polícia.

O nome da operação se refere a um provérbio latino. “Manus manum fricat, et manus manus lavat” significa “Uma mão esfrega a outra, uma mão lava a outra”.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!