PF faz ação no Senado e prende policiais da Casa

Quatro policiais legislativos foram presos suspeitos de atrapalhar as investigações da Lava Jato para ajudar senadores investigados no petrolão

 

 

 

A Polícia Federal prendeu, na manhã desta sexta-feira (21), quatro policiais do Senado suspeitos de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. O chefe da Polícia do Senado, Pedro Carvalho Oliveira, foi conduzido coercitivamente para depor.

De acordo com a PF, eles faziam serviço de contrainteligência para ajudar parlamentares investigados na Lava Jato. As primeiras informações são de que policiais legislativos retiraram equipamentos de escutas telefônicas autorizadas pela Justiça em apartamentos de senadores suspeitos de participar do esquema de corrupção na Petrobras.

A PF cumpre, ao todo, 13 mandados judiciais no Congresso: quatro de prisão temporária, quatro de afastamento da função pública e cinco de buscas e apreensão. Não há ações contra políticos nesse caso.

O Senado ainda não se manifestou sobre o assunto.

Mais sobre a Operação Lava Jato

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!