Petrobras inicia fase vinculante da venda da refinaria de Pasadena

 

A Petrobras informou nesta sexta-feira (4), no Rio de Janeiro, em comunicado ao mercado, o início da fase vinculante referente à alienação das ações detidas pela subsidiária Petrobras America Inc (PAI) nas empresas que compõem o sistema de refino de Pasadena, em Houston, nos Estados Unidos.

A Petrobrás comprou Pasadena em duas etapas, em 2006 e 2012. Na primeira, pagou US$ 359 milhões por 50% da refinaria à Astra Oil – que, no ano anterior, havia desembolsado US$ 42 milhões por 100% dos ativos da planta. A compra é alvo de investigação da Polícia Federal no âmbito da Operação Lava Jato.

<< Polícia Federal responsabiliza Dilma por prejuízo da Petrobras com compra de Pasadena

O anúncio se dá em continuidade ao comunicado divulgado em 8 de março. Segundo a empresa, “nessa etapa do projeto os interessados habilitados na fase anterior receberão cartas-convite com instruções detalhadas sobre o processo de desinvestimento, incluindo as orientações para a realização de due diligence [busca de informações] e para o envio das propostas vinculantes”.

Segundo a estatal, a divulgação ao mercado está ”em consonância com a Sistemática para Desinvestimentos da Petrobras e alinhada ao regime especial de desinvestimento de ativos pelas sociedades de economia mista federais, previsto no Decreto 9.188/2017”.

Informações da Agência Brasil

<< TCU determina bloqueio de bens de Dilma por compra de Pasadena

<< Lava Jato: compra da refinaria de Pasadena poderá ser anulada

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!