Petição pede afastamento imediato de distritais envolvidos na Operação Drácon

Objetivo da campanha é acumular 300 assinaturas para pressionar a autoridades para tomar providências contra os cinco deputados denunciados pelo Ministério Público

 

Em protesto de apoio às denúncias da Operação Drácon, um grupo da sociedade civil criou uma petição pública online para reunir assinaturas e pressionar a autoridades para tomar providências contra os cinco deputados envolvidos. O objetivo é reunir 300 assinaturas, até as 18h desta quarta-feira (1), 253 pessoas já haviam assinado o documento online.

No texto, o grupo chamado Resgatar Brasília diz que as denúncias envolvendo os deputados distritais são "gravíssimas". A campanha diz que os parlamentares envolvidos "não estão preocupados com a população do Distrito Federal e sim com seus interesses próprios e escusos". São citados na Drácon: Bispo Renato (PR), Celina Leão (PPS), Julio Cesar (PRB), Cristiano Araújo (PSD) e Raimundo Ribeiro (PPS).

A Operação Drácon envolveu os cinco deputados que ocupavam a Mesa Diretora no primeiro biênio desta legislatura (2015-2016). Eles chegaram a ser afastados da Mesa, mas retornaram seus postos após liminar. Apenas a então presidente, Celina Leão (PPS), continuou fora da Mesa. Atualmente, todos exercem seus mandatos normalmente.

Mais sobre Operação Drácon

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!