Percentual de reeleitos frustra confederação de municípios

CNM esperava que ao menos 66% dos prefeitos candidatos ao segundo mandato obtivessem êxito nas urnas

O índice de reeleição de 55% entre os 2.736 prefeitos em todo o país que tentaram, no último domingo (7), o segundo mandato frustrou as expectativas da Confederação Nacional de Municípios (CNM). A constatação é da própria entidade, que produziu levantamento sobre a votação para prefeito, com base nos números do primeiro turno das eleições 2012 divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As estimativas da CMN eram de que 66% do total de candidatos conseguiram a recondução ao cargo, 11 pontos percentuais a mais do que foi verificado nas urnas.

Também no segundo turno, pesquise as informações sobre seu candidato
Candidatos barrados pela Lei da Ficha Limpa
Tudo sobre as eleições 2012

O levantamento da CNM mostra que, dos 2.736 candidatos à reeleição, 1.505 conseguiram já em primeiro turno a aprovação da maioria dos respectivos eleitorados para um segundo mandato. Ainda segundo a confederação, nas eleições deste ano 3.659 dos prefeitos no exercício do mandato tinham o direito de tentar renová-lo – a legislação brasileira permite, desde o ano 2000, apenas uma recondução para prefeitos, ao contrário de deputados e vereadores, que podem ser reeleitos sem limite de mandatos. Mas apenas 74,8% do total (2.736) tentaram a reeleição.

“Há 12 anos, todos os prefeitos puderam disputar o segundo mandato, mas apenas 62,0% o fizeram. Em 2004, foi 63,3% dos que podiam. Em 2008, o maior porcentual, 78,6%. E nestas eleições, pouco menos, 74,8%”, registra o levantamento da CNM.

A CNM lembra que, nos pleitos anteriores, os registros de reeleição foram mais numerosos: em 2008, 65,9% dos prefeitos que tentaram se eleger obtiveram êxito. Em 2004 e em 2000 o número de reeleitos foi o mesmo, diz a confederação, com base nas informações do TSE: 58,2% dos prefeitos reconduzidos em ambas as eleições.

Ainda segundos os registros da CNM, o Rio Grande do Norte foi o estado com mais prefeitos reeleitos, proporcionalmente: 56 entre 81 candidatos (69,1% dos pleiteantes). Na sequência, a Paraíba, com 67 reeleitos entre 98 candidatos (68,4%). Rio Grande do Sul, Pernambuco e Mato Grosso do Sul, acrescenta a entidade, completam a sequência com 67,6%, 62,4% e 61,3% de prefeitos reeleitos em relação ao número total de candidatos. Em números absolutos, essa classificação é liderada por Minas Gerais (185 reeleitos), São Paulo (182) e Rio Grande do Sul (163).

Veja os resultados das eleições nas capitais

PT lidera

Reportagem do Congresso em Foco publicada ontem (8) mostra que o PT saiu na frente na disputa pela prefeitura dos principais municípios brasileiros. Consideradas as 26 capitais e as cidades com mais de 200 mil eleitores, que podem realizar segundo turno se nenhum candidato a prefeito tiver a maioria dos votos na primeira votação, os petistas já conquistaram oito prefeituras e tentarão ganhar outras 22 no dia 28, data do segundo turno.

Confira:
PT sai na frente na disputa pelas grandes cidades
Como os partidos se saíram na disputa pelas principais cidades brasileiras
Quem se elegeu em primeiro turno nas maiores cidades do país
As cidades em que haverá segundo turno

Saiba mais sobre o Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!