Pedro Taques esclarece gastos com verba indenizatória

Senador explica que as despesas maiores referem-se à instalação de gabinete de apoio no Mato e compromete-se a reduzir as despesas no segundo semestre

O senador Pedro Taques (PDT-MT) enviou ao Congresso em Foco um esclarecimento sobre o uso da verba indenizatória. De acordo com a sua assessoria, os gastos no primeiro semestre se referiram à montagem do seu escritório de apoio em Mato Grosso. Taques acrescenta, na nota de esclarecimento, que sua intenção no segundo semestre é reduzir drasticamente os gastos com a verba extra, por saber que “são pagos pelo contribuinte”.

Veja a íntegra da nota:

“O senador Pedro Taques (PDT) informa que todos os gastos com a verba indenizatória são efetuados com o espírito público que sempre norteou sua carreira pública. O parlamentar, ex-procurador da República que atuou por mais de vinte anos no Ministério Público Federal em Mato Grosso e São Paulo, explica que os gastos publicados no Portal do Senado referem-se à fase de instalação do escritório de apoio em Mato Grosso e que pretende reduzi-los imediatamente ciente de que são pagos pelo contribuinte.

Como a atuação do senador Pedro Taques está ligada diretamente à prestação do serviço público, sem qualquer outra atividade econômica ou empresarial, faz-se necessária a utilização da verba indenizatória para a manutenção do escritório regional que funciona como um órgão público – com atendimentos diários de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h. Neste período, foram atendidas 820 pessoas, entre vereadores, prefeitos, sindicatos, cooperativas, clubes de serviços, etc.

Somente com aluguel e condomínio, o parlamentar possui uma despesa mensal de R$ 5.114, 57, totalizando R$ 25.572,85 nestes cinco primeiros meses de mandato.

Informa ainda que o combustível é usado exclusivamente em atividades relacionadas ao exercício do mandato. Neste primeiro semestre, o parlamentar realizou audiências públicas em Mato Grosso para debater a Reforma Política. Exatamente neste período foram feitas viagens para a preparação de audiências públicas.

Além disso, um novo site será lançado logo no retorno dos trabalhos legislativos. A internet tem sido uma ferramenta essencial para o desempenho da proposta do mato-grossense de construir um mandato participativo e transparente.

“Acreditamos que a transparência e o respeito ao bem público são pilares para o exercício de um mandato democrático. Assim, continuamos à disposição para quaisquer esclarecimentos”, informou o senador Pedro Taques.”

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!