Veja os governadores eleitos neste domingo e saiba quem está no 2º turno

Beto Richa (PR) e Raimundo Colombo (SC) são reeleitos. Paulo Hartung voltou ao governo do ES. E no RS, Ivo Sartori vai para o segundo turno contra Tarso Genro

O governador do Paraná Beto Richa (PSDB) foi reeleito neste domingo (5), com 55,6% dos 99,7% votos apurados. Conforme indicado pelas pesquisas, o senador Roberto Requião (PMDB) ficou em segundo lugar. E a senadora Gleisi Hoffmann (PT) em terceiro.

Em meio a uma onda de violência orquestrada pelo crime organizado de dentro dos presídios, Santa Catarina reelegeu Raimundo Colombo (PSD), derrotando o senador Paulo Bauer (PSDB).

Favorito na disputa pelo governo do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB) conseguiu voltar ao cargo de chefe do Executivo estadual. Ele governou o estado de 2003 a 2010. O atual governador Renato Casagrande (PSB) ficou em segundo lugar.

O ex-ministro Fernando Pimentel (PT) colocou fim a 12 anos de administração do PSDB em Minas Gerais, derrotando o candidato tucano Pimenta da Veiga.

Com a reeleição do governador Geraldo Alckmin, PSDB garantiu o sexto mandato consecutivo em São Paulo, principal colégio eleitoral do país.

Flávio Dino (PCdoB) foi eleito governador do Maranhão. Derrotou o senador Lobão Filho (PMDB), apoiado pela família Sarney.

Em uma virada surpreendente, Paulo Câmara (PSB) derrotou o senador Armando Monteiro (PTB) em Pernambuco. O petebista liderava as pesquisas até a morte do ex-governador e presidenciável Eduardo Campos.

Sergipe reelegeu Jackson Barreto (PMDB), que assumiu o governo estadual em 2013 após a morte do então governador Marcelo Déda (PT). O senador Eduardo Amorim (PSC) era o principal adversário.

O senador Wellington Dias (PT) superou o candidato à reeleição Zé Filho (PMDB), conquistando seu terceiro mandato como governador do Piauí.

O empresário Marcelo Miranda (PMDB) vai assumir o cargo de governador de Tocantins pela terceira vez. Derrotou o atual governador Sandoval Cardoso (SD). O peemedebista teve o mandato de governador cassado em 2009 por abuso de poder político e econômico.

O senador Pedro Taques (PDT) venceu a disputa em Mato Grosso. Lúcio Cabral (PT)  ficou na segunda colocação.

O PT conseguiu eleger Rui Costa na Bahia contra Paulo Souto (DEM).

Em Roraima, Chico Rodrigues (PSB) venceu Angela Portela (PT).

Filho do presidente do Congresso, ReAlagoas Renan Filho (PMDB) Benedito de Lira (PP)

 

Segundo turno

Em terceiro lugar desde o início da campanha eleitoral, José Ivo Sartori (PMDB) vai disputar o segundo turno no Rio Grande do Sul contra o atual governador Tarso Genro (PT), que tenta a reeleição. Com isso, a senadora Ana Amélia (PP) ficou de fora — a disputa estava polarizada entre ela e o petista.

No Distrito Federal, o senador Rodrigo Rollemberg (PSB) vai disputar o segundo turno contra Jofran Frejat (PR), substituto de José Roberto Arruda, barrado pela Justiça eleitoral com base na lei da Ficha Limpa.

No Rio de Janeiro, o senador Marcelo Crivella (PRB) superou o deputado federal Anthony Garotinho (PR), que vinha aparecendo em segundo lugar nas pesquisas, e vai concorrer com o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) no dia 26.

O deputado estadual Camilo Santana (PT) e o senador Eunício Oliveira (PMDB) estão no segundo turno no Ceará. Em Mato Grosso do Sul, o senador Delcídio Amaral (PT) vai ter de enfrentar Reinaldo Azambuja (PSDB). No Rio Grande do Norte, o novo embate vai ser entre Henrique Eduardo Alves, presidente da Câmara, e o Robinson Faria (PSD).

Os eleitores amazonenses também vão ter de voltar às urnas para escolher o senador Eduardo Braga (PMDB) ou José Melo (Pros).

O segundo turno na Paraíba vai ser disputado entre o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e Ricardo Coutinho (PSB), atual governador; em Goiás, entre Marconi Perillo (PSDB), que continuará tentando a reeleição, e Iris Rezende (PMDB); no Amapá, entre Waldez Góes (PDT) e Camilo Capiberibe (PSB), que tenta se manter no governo.

 

Mais sobre as eleições

Assine a Revista Congresso em Foco

beto richaEleições 2014Paulo HartungRenato Casagrande