Partidos da coligação aprovam candidatura de Marina Silva

Apenas o PSL não deu aval à nova chapa, encabeçada por Marina Silva e com Beto Albuquerque como candidato a vice

Os partidos da coligação “Unidos pelo Brasil” aprovaram nesta quinta-feira (21) a candidatura de Marina Silva à presidência da República, em substituição ao ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, que morreu em acidente aéreo na semana passada.

A candidatura de Marina foi aprovada ontem pelo PSB, que tinha preferência na escolha do substituto de Eduardo. Ele presidia o partido. O deputado federal Beto Albuquerque (PSB-RS) também foi aprovado pelas outras siglas como candidato a vice.

Apenas o PSL não deu aval à nova chapa. A legenda já tinha manifestado insatisfação com a escolha de Marina. Fazem parte da coligação o PPS, PPL, PHS e o PRP, além do PSB e do PSL, cuja permanência na aliança não está confirmada.

O PSB tem até sábado (23) para registrar a nova chapa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) .

 

Mais sobre Eduardo Campos

Mais sobre eleições

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!