Parlamentares se reunem e definem composição partidária da Mesa Diretora da Câmara

PMDB vai ficar com a Primeira Vice-Presidência, PSDB vai indicar o nome para assumir a Segunda Secretaria e PP indicará o parlamentar que vai ocupar o cargo de Segundo Vice-Presidente da Câmara

 

Durante a reunião de líderes realizada no começo da tarde desta quarta-feira (1º), deputados decidiram como será realizada a distribuição de cargos da Mesa Diretora da Câmara entre os partidos. O bloco do PMDB - partido com maior representação na Casa - vai ficar com a primeira vice-presidência. Já o PSDB vai indicar o nome para assumir a segunda secretaria.

Ficará a cargo do PP a indicação para o parlamentar que vai ocupar o cargo de segundo vice-presidente da Câmara. Enquanto isso, o PR direciona o deputado que ocupará a primeira secretaria. A escolha do nome para a terceira secretaria será feita pelo PSB. Para a quarta secretaria, o indicado será do PSD.

Três partidos ficarão responsáveis pelas escolhas dos três suplentes. São eles: PT - com duas escolhas; PRB e Solidariedade. As candidaturas poderão ser formalizadas até às 23h de hoje (quarta, 1º). Em seguida, às 23h30, será realizado um sorteio da ordem do uso da palavra pelos candidatos.

Para ser eleito em primeiro turno, o quórum de maioria absoluta levará em conta os votos válidos - descontados os brancos e nulos. Durante a votação, que será realizada amanhã (quinta, 2), somente os candidatos poderão fazer uso da palavra. Cada um terá 10 minutos para se manifestar aos parlamentares presentes na sessão. Não haverá encaminhamento da votação.

Ainda por entendimento da Mesa, não haverá segundo turno na votação dos Suplentes. A ordem dos direcionamentos para esses cargos será estabelecida de acordo com o resultado da votação. Apesar de ter sido questionada, a partir de apresentação de questão de ordem que postulava a reserva de um cargo da Mesa para a Minoria, o entendimento dos parlamentares é de que, com a suplência, a exigência já estaria contemplada.

A maior parte da reunião foi presidida pelo deputado Waldir Maranhão (PP-MA), primeiro vice-presidente da Mesa Diretora, que está se despedindo do comando da Casa. O atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), chegou na Casa por volta das 16h50 desta quarta (1º).

Os partidos agora vão escolher quem vão lançar como candidato para as vagas a que tiveram direito. Pelo Regimento Interno da Casa, são permitidas candidaturas avulsas, diferentes das que foram definidas pela legenda, desde que os candidatos venham do mesmo bloco ou partido.

No entanto, um acordo fechado pelos líderes hoje determina que a vaga só poderá ser disputada por deputados do mesmo partido. Ou seja, a vaga do PMDB para a primeira vice-presidência só poderá ser disputada por deputados desse partido, e não do bloco do qual ele faz parte.

 

Composição

A Mesa é composta pelo presidente, dois vices, quatro secretários e quatro suplentes. Ela é responsável pela direção dos trabalhos legislativos e dos serviços administrativos da Casa.

Mais sobre eleições da Mesa Diretora da Câmara

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!