Para atenuar crise, Dilma estuda trocar ministro da Casa Civil

A ideia da presidente é colocar no cargo alguém que seja bem recebido pela base aliada e pela oposição

Reportagem do Jornal Folha de S. Paulo desta sexta-feira (11) aponta que a presidente Dilma Rousseff está em busca de um substituto para o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante. Segundo a Folha, Dilma busca alguém que não seja filiado ao PT.

A ideia de Dilma, segundo o jornal, é encontrar alguém que seja também bem recebido junto à base aliada e à oposição. Aloizio foi um dos principais defensores de apresentar ao Congresso uma proposta de orçamento para o ano que vem com déficit de R$ 30,5 bilhões. O PMDB, do vice-presidente Michel Temer, já pediu a saída de Mercadante. Fontes ouvidas pelo jornal acreditam que o atual ministro não deve sair do governo, mas transferido para outra pasta.

Ainda segundo assessores, Dilma percebeu que precisa de um “movimento de impacto” para tentar atenuar a crise política e econômica. Esta, entretanto, não é primeira vez que a presidente pensa na possibilidade de tirar Mercadante da Casa Civil. Na transição do primeiro para o segundo mandato de Dilma, Lula defendeu a ida de Jaques Wagner para a pasta. O ex-governador baiano hoje está no Ministério da Defesa.

 

Confira a reportagem na íntegra

Mais sobre Dilma

articulação políticacrise na basedéficit fiscalDilmaJaques WagnerMercadanteOrçamennto 2016picutres