Orçamento: Jucá vai incluir emendas para novos parlamentares

Relator da LOA deste ano, que deve ser votada no próximo mês, anunciou que os deputados e senadores recém eleitos terão direito a apresentar sugestões de até R$ 10 milhões. Metade do valor será destinado para a saúde

O relator da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2015, senador Romero Jucá (PMDB-RR), afirmou nesta terça-feira (10) que vai incluir uma emenda ao texto para permitir que os novos deputados e senadores apresentem emendas ao orçamento deste ano. Ao contrário dos parlamentares da legislatura passada e que foram reeleitos, cujo valor das sugestões é de R$ 16 milhões, os novatos terão direito R$ 10 milhões, sendo que metade desta quantia vai para a saúde.

De acordo com Jucá, esta novidade no orçamento representará em um impacto de R$ 2,4 bilhões. As solicitações dos novos parlamentares serão transformadas em emendas de relator. “Pela primeira vez, novos parlamentares serão incluídos no orçamento do próprio ano”, disse Jucá, após reunião da bancada do PMDB no Senado com o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga. Segundo o senador, a medida irá beneficiar em torno de 240 deputados e senadores.

Jucá disse que as emendas dos parlamentares antigos não serão prejudicadas, e asseguou que pela sistemática negociada com os líderes dos partidos, todos serão atendidos. “É claro que o atendimento operacional se dará no ritmo da capacidade do governo”, ressaltou. Questionado se há recursos suficientes no orçamento, o senador explicou que não estão sendo criadas receitas novas, apenas um remanejamento de recursos. “Estamos dando um jeitinho”, disse.

Mais sobre orçamento

Com informações da Agência Brasil

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!