Oposição quer investigação contra Lula na PGR

PSDB, DEM e PPS assinam representação para análise da denúncia feita pela revista Veja no fim de semana

A oposição vai apresentar um pedido de investigação contra o ex-presidente Lula na Procuradoria-Geral da República (PGR) por corrupção ativa e outros crimes. O requerimento foi motivado por reportagem da revista Veja desta semana, que informa um suposto pedido de Lula ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes para atuar na tentativa de adiar o julgamento da ação penal do mensalão.

Leia outros destaques de hoje no Congresso em Foco

Assinada pelos líderes de PSDB, DEM e PPS no Senado e na Câmara, o documento quer que o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, analise a denúncia feita pela semanal. Em entrevista à revista Veja, o ministro do Supremo diz que ex-presidente insinuou patrocinar, na CPI do Cachoeira, investigação sobre encontro de Gilmar com o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO). O anúncio foi feito há pouco em plenário pelo líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR).

"O ex-presidente Lula pretende estabelecer um cerco sobre o STF e a CPMI do Cachoeira", disse, fazendo referência à matéria de Veja. Durante o fim de semana, a assessoria de Lula negou o teor das conversas e afirmou que o ex-presidente não comentaria o assunto. A reunião ocorreu no escritório do ex-ministro da Justiça e ex-presidente do STF Nelson Jobim, que também nega a informação dada por Gilmar Mendes a Veja. Jobim admite o encontro entre o ex-presidente e Gilmar em seu escritório, mas afirma que esteve presente durante todo o encontro e que nele Lula não fez nenhum pedido ao ministro do STF nos termos narrados por ele para a revista.

Para o senador Jorge Viana (PT-AC), existe a suspeita de que o episódio é uma tentativa de distorcer a apuração feita até agora pela Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira. Instalada há pouco mais de um mês, a comissão investiga as relações do bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, com agentes públicos e privados. "Na dúvida, eu prefiro ficar com as palavras do ministro Jobim. E com as atitudes, as práticas do presidente Lula", disse o petista.

Tudo sobre a CPI do Cachoeira
Saiba mais sobre o Congresso em Foco (2 minutos em vídeo)

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!