Operação Lava Jato compromete imagem de Lula, aponta pesquisa

Levantamento feito pelo Ipsos mostra que as investigações da força-tarefa atingiram em cheio a imagem do ex-presidente: 25% dos entrevistados acham que Lula é um político honesto, enquanto na época do escândalo do mensalão eram 49%

A popularidade do ex-presidente Lula apresentou uma queda considerável em decorrência das investigações da Operação Lava Jato. É o que aponta a pesquisa “Corrupção, PT e a Lava Jato”, divulgada ontem (1º) pelo Ipso. De acordo com o levantamento, 25% dos entrevistados consideram que Lula é um político honesto, enquanto na época do escândalo do mensalão, em 2005, eram 49%.

De acordo com o jornal Valor Econômico, 68% dos entrevistados acreditam que Lula não tem mais moral para falar de ética. No mensalão eram 57%. Além disso, na opinião de 67%, a Lava Jato mostra que o ex-presidente é tão corrupto quanto os outros políticos, enquanto no mensalão, 49% pensavam dessa maneira.

O presidente da Ipsos, Cliff Young avalia que os resultados inviabilizam uma eventual candidatura de Lula à Presidência em 2018, uma vez que sua imagem teria sido atingida em cheio pelas investigações da Lava Jato. “A imagem de Lula está muito fragilizada”, disse Young. Para ele, já seria difícil para o ex-presidente conseguir alavancar uma possível candidatura mesmo sem os escândalos da operação, considerando a má avaliação do governo Dilma e o desgaste que o PT enfrenta perante a opinião pública depois de 13 anos no poder.

No entanto, o PT não foi o único prejudicado pelas denúncias envolvendo a Petrobrás: 82% dos entrevistados consideram que a força-tarefa está mostrando que todos os partidos são corruptos. Os mesmos 82% disseram não ter uma legenda de preferência, enquanto em 2002 eram 37%. A preferência pelo PT caiu de 28% em 2002 para 6% em 2016.

A pesquisa ouviu 1,2 mil pessoas em 72 municípios do país entre os dias 13 e 27 de janeiro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Veja a reportagem completa no jornal Valor Econômico

Mais sobre crise política

Mais sobre Operação Lava Jato

Continuar lendo