Colombianos garantem público recorde no Mané

Com apoio da torcida, em peso no estádio e nas ruas de Brasília, colombianos venceram equipe africana por 2 a 1 e estão a um passo das oitavas de final. Veja como foi o segundo dia de jogo da Copa na capital federal

Milhares de torcedores colombianos tomaram conta de Brasília (DF) para acompanhar nesta quinta-feira (19) o jogo entre as seleções da Colômbia e da Costa do Marfim no Estádio Nacional Mané Garrincha, na capital federal. Os colombianos venceram a equipe africana por 2 a 1 e estão praticamente classificados para a próxima fase da Copa do Mundo, as oitavas de final. Em todos os principais pontos da cidade era possível encontrar grupos de colombianos vestindo a camisa da seleção ou carregando a bandeira do país.

De acordo com a Fifa, 68.748 torcedores assistiram ao jogo no estádio – maior público já registrado no Mané Garrincha. Os colombianos foram maioria.  As longas filas para entrar no estádio, grande problema da primeira partida realizada em Brasília (entre Suíça e Equador), não prejudicaram os torcedores hoje. O jogo entre Costa do Marfim e Colômbia foi o segundo ocorrido na capital federal.

Até mesmo o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, veio ao Brasil para reforçar a torcida pela classificação do país para a etapa seguinte. Foi a primeira viagem do político para o exterior após a sua reeleição no último domingo. Hoje, mais cedo, ele se reuniu com a presidenta brasileira, Dilma Rousseff (PT). E, em entrevista, acertou o placar da partida.

A Colômbia não participava de uma Copa do Mundo desde 1998. Segundo Federação Internacional de Futebol (Fifa), os colombianos estão em quinto lugar no ranking dos estrangeiros que mais compraram ingressos para assistir aos jogos no Brasil. Só ficaram atrás de Estados Unidos, Argentina, Alemanha e Inglaterra.

Um dos personagens mais lembrados pelos torcedores colombianos foi o ex-jogador Carlos Valderrama, que integrava a seleção colombiana na última oportunidade em que o país participou de um Mundial da Fifa. A cabeleira loira de Valderrama inspirou diversas perucas usadas por torcedores.

Polícia

A Polícia Civil registrou quatro prisões em flagrante – de um brasileiro e três colombianos — por venda ilegal de ingressos, segundo a coordenadoria de comunicação do governo do Distrito Federal. Houve ainda seis ocorrências por furto de ingressos na área do estádio.

Em um campo improvisado no Eixo Monumental, principal via que dá acesso ao Estádio Nacional de Brasília, manifestantes protestaram promovendo um jogo de futebol. Eles convocaram a Polícia Militar para jogar, cantando “baixa a arma e vem jogar”. Os policiais montaram barreiras para impedir a aproximação do protesto do estádio.

Cerca de 100 pessoas participaram da manifestação, segundo a Polícia Militar e a organização do ato. Mas, de acordo com a coordenadoria de comunicação do GDF, a secretaria de Segurança Pública registrou a presença de 40 pessoas. O ato lúdico foi uma crítica, dos movimentos sociais, à militarização da polícia e ao uso da violência em abordagens das forças de segurança.

 

Mais sobre Copa do Mundo

Nosso jornalismo precisa da sua assinatura

Continuar lendo