Ex-assessor de Durval Barbosa faz novas revelações sobre Caixa de Pandora

Na condição de colaborador, Paulo Costa Sampaio já prestou dois depoimentos ao MPF e disse que teve acesso a várias gravações de Durval com autoridades públicas. Entre elas, o ex-governador do DF Agnelo Queiroz

O ex-assessor e aliado de Durval Barbosa, Paulo Costa Sampaio, firmou acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF) e tem colaborado com novas revelações sobre o escândalo da Caixa de Pandora, segundo informa o jornal Correio Braziliense deste sábado.

Na condição de colaborador, Sampaio, que é ex-gerente da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), já prestou dois depoimentos ao procurador-regional da República Ronaldo Albo. No último deles, ele afirmou que teve acesso a várias gravações de Durval com autoridades públicas. Entre as autoridades, estariam o líder do PSD na Câmara dos Deputados, Rogério Rosso e o ex-governador do DF Agnelo Queiroz.

Sampaio afirma que em um dos vídeos Durval fez recomendações à gestão de Rosso no DF, ocorrida entre abril e dezembro de 2010. Rosso nega qualquer relação com Durval Barbosa.

Segundo o Correio, “como importante parceiro de Durval, Sampaio participou de reuniões em que houve distribuição de propinas e também negociou o pagamento de vantagens indevidas diretamente com os empresários envolvidos no esquema”.

 

Confira a reportagem na íntegra

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!