Novo ministro divulgará piso nacional dos professores

Após assumir o cargo nesta sexta-feira, Cid Gomes diz que prioridades serão valorizar o magistério, ampliar oferta de vagas em creches e reforma do ensino médio

O novo ministro da Educação, Cid Gomes, disse ontem (1º), logo após sua posse, que vai assumir priorizando três compromissos de campanha da presidenta Dilma com a educação. Segundo Cid, a valorização dos professores, a ampliação da oferta de vagas em creches e no ensino integral, além da reforma do ensino médio devem ser o foco a partir de agora.

"Todas as prioridades que eu coloquei são compromissos da presidenta Dilma, especialmente essas três. Ela traduziu tudo isso que ela chama de melhorar a qualidade do ensino público", disse o ministro.

Cid assumirá oficialmente a partir de hoje, quando haverá a cerimônia de transmissão do cargo com o ex-ministro Henrique Paim. Segundo ele, além dessas prioridades, há ainda a agenda do ministério que está em curso e que deve tomar a sua atenção nos próximos dias.

"Na primeira semana, vamos ter que decidir e divulgar o piso nacional do magistério. Na segunda semana, tem o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio [Enem], na terceira semana, abre a primeira etapa do Sistema de Seleção Unificada [Sisu]. Então tem uma agenda aí que tem que correr", disse.

Com foco nesses compromissos, Cid negou que pense em sair do seu partido, o Pros, para se filiar ao PT.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!