Nota do presidente do Senado sobre novos cortes de gastos

Renan Calheiros detalhou as mudanças administrativas para diminuir os gastos da Casa

Senado anuncia corte de R$ 26 milhões em gastos

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou, em reunião da Mesa, novas medidas administrativas, que trarão redução adicional de R$ 26 milhões em custos para a Casa, ao longo de dois anos. As mudanças foram aprovadas pela Mesa Diretora do Senado nesta quarta-feira (20). Renan Calheiros anunciou que serão feitos cortes em contratos de quatro áreas do Senado: gráfica, polícia do Senado, Interlegis e Prodasen.

Na gráfica, haverá redução de 10% no contrato de mão-de-obra, além da redução de 50% na tiragem de obras do Conselho Editorial. Na Polícia do Senado, ficou estabelecida a redução em 32% do contrato de vigilância. Também haverá economia de R$7 milhões no Interlegis, onde foram canceladas a compra de novos equipamentos para armazenamento de dados e a distribuição de kits de informática às Câmaras Municipais. No Prodasen, houve redução no contrato da Central de Atendimento.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) também informou que 20 médicos, além de outros profissionais de saúde, vão ficar a disposição do Governo do Distrito Federal e deverão atender a população no âmbito do Sistema Único de Saúde.

Algumas medidas já implementadas, como o bloqueio de 25% das funções comissionadas do Senado vão gerar uma economia de R$ 13 milhões por ano, número que superou as expectativas iniciais. Com as novas medidas, a economia total feita pelo Senado passa a ser de R$ 296 milhões no biênio.

"A busca pela austeridade, com eliminação de redundâncias, desperdícios e privilégios irá promover a reconciliacão deste poder com a sociedade, que anseia por um Parlamento mais enxuto, eficiente e absolutamente transparente", disse Renan.

Na reunião, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) também determinou a instalação imediata de um painel eletrônico com a atualização diária dos recursos economizados pelo Senado. Renan Calheiros quer que a Casa passe a contribuir com a transferência de recursos não utilizados para apoiar políticas públicas do governo.

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!