Nos jornais: PT não defende anular julgamento do mensalão

Congresso do partido em Brasília serviu para protestos de militantes e integrantes da cúpula petista contra a decisão do STF e a atuação do presidente da corte, Joaquim Barbosa

O Estado de S. Paulo

PT não defende anular julgamento

O presidente nacional do PT, deputado estadual Rui Falcão (SP), disse que o pedido de anulação do julgamento do Supremo Tribunal Federal não representa a posição oficial do partido. Escalado para coordenar a campanha da presidente Dilma Rousseff à reeleição, Falcão afirmou não considerar como presos políticos o ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoino e o ex-tesoureiro Delúbio Soares.

O pedido de anulação do julgamento apareceu na quinta-feira à noite, durante a abertura do 5° Congresso do PT, quando Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram cobrados por militantes que chamavam Dirceu, Genoino e Delúbio de "guerreiros do povo brasileiro" e clamavam por solidariedade de outros petistas.

"São campanhas que se fazem, mas essa não é a posição do PT", afirmou Falcão. Na quinta-feira, o presidente do PT foi o único a defender publicamente os condenados, ao dizer que nenhum deles comprou votos no Congresso nem usou dinheiro público ou enriqueceu. "Se eu não falasse, vocês iriam dizer que eu fugi do assunto. Mas eu falei com moderação", afirmou o presidente do PT aos repórteres.

Suas declarações, contudo, não foram suficientes para desanimar ou conter os militantes, que continuaram ontem a defender um redirecionamento do partido a respeito do assunto. Ontem, eles ocuparam o auditório onde se realiza o congresso para fazer um ato em desagravo aos petistas presos.

À espera de recurso, João Paulo investe contra STF e imprensa

Para um auditório com metade das cadeiras ocupadas, o único deputado federal condenado no processo do mensalão em liberdade, João Paulo Cunha (SP), voltou a dizer ontem, durante o 5° Congresso Nacional do PT, que não cometeu nenhuma irregularidade quando foi presidente da Câmara (2003 a 2005) e que a pena de 9 anos e 4 meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal foi "injusta".

João Paulo foi condenado por lavagem de dinheiro, corrupção passiva e peculato. Ele entrou com embargos infringentes, recurso previsto quando o réu é condenado por maioria apertada dos magistrados, e aguarda decisão do Supremo sobre os pedidos.

Dilma recupera mais aprovação que governadores

A presidente Dilma Rousseff está recuperando sua popularidade duas vezes mais rápido do que os governadores. De julho a dezembro, o saldo da aprovação a seu governo cresceu 23 pontos, segundo pesquisa Ibope/CNL Ao mesmo tempo, a média ponderada da aprovação aos governadores cresceu 10 pontos.

O saldo de popularidade é a taxa dos que avaliam o governo como ótimo ou bom descontados os que o acham ruim ou péssimo. Em julho, após a onda de protestos pelo País, o saldo de Dilma era zero: 31% de ótimo e bom contra 31% de ruim e péssimo. Agora, é de 23 pontos (43% a 20%). Já o saldo médio da aprovação aos governadores foi de -2 para 8 pontos.

Dos 11 governadores que foram avaliados por pesquisas em julho e cujas taxas podem ser comparadas individualmente com as da presidente, dez tiveram recuperação menos acentuada do que Dilma. Apenas o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), cresceu mais em popularidade: seu saldo pulou de 3 para 33 pontos.

BB vai vender imóveis e espera arrecadar R$ 1 bi

O Banco do Brasil vai se desfazer de parte de seu patrimônio em imóveis, negócio que pode render mais de R$ 1 bilhão à instituição até 2016. O plano inicial prevê leiloar a última sede administrativa do BB e mais dois terrenos na capital federal nos próximos meses. Nos anos seguintes, trocará de endereço na Avenida Paulista, o que permitirá vender outros prédios da capital paulista, como o da Nossa Caixa, no centro.

O banco ainda espera melhores condições no mercado de capitais para entregar a um novo fundo de investimento 200 agências no País. Com as mudanças em Brasília e em São Paulo, vai quase dobrar suas despesas com a locação de imóveis corporativos nas duas praças, de R$ 9,4 milhões para R$ 17,4 milhões até julho de 2016.

Potiguares são os mais insatisfeitos

A governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), é a mais mal avaliada do País segundo pesquisa Ibope divulgada ontem - apenas 7% consideram seu governo a ótimo bom" e 74% avaliam a gestão como "ruim/péssima". A governadora vive uma fase administrativa e política delicada. Em setembro, ela determinou corte de 10,74% no orçamento do Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado, Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa. A reação veio com ações judiciais no Supremo Tribunal Federal.

Tuma Jr. lança livro com ataques a Lula

O ex-secretário Nacional de Justiça Romeu Tuma Júnior lançou ontem o livro Assassinato de Reputações - Um Crime de Estado, no qual ataca Luiz Inácio Lula da Silva e acusa o partido do ex-presidente, o PT, de utilizar a máquina do governo federal para montar dossiês contra adversários.

Tuma Júnior, que é delegado, foi secretário do Ministério entre 2007 e 2010, durante o segundo mandato de Lula na Presidência da República. Na época, foi demitido por suspeitas de envolvimento com a chamada máfia chinesa. Parte do conteúdo do livro foi revelada na edição da semana passada da revista Veja.

Em uma das acusações mais polêmicas feitas no livro lançado ontem, o delegado afirma que Lula foi informante da ditadura. Segundo escreveu Tuma Júnior, o então líder sindical repassava dados sobre greves sob o codinome de "Barba" ao Departamento de Ordem Política e Social (Dops), onde atuava seu pai, Romeu Tuma. O petista ficou preso em 1980 por 30 dias no Dops, após greves no ABC.

Folha de S. Paulo

Barbosa vira alvo de ataques em ato organizado pelo PT

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, virou alvo de ataques ontem durante ato de desagravo do PT aos presos do mensalão. Parlamentares e parentes dos réus se uniram para criticar o ministro, que foi relator do julgamento do maior escândalo do governo Lula. Os ataques foram iniciados por Joana Saragoça, 24, filha do ex-ministro José Dirceu (Casa Civil). Ela mirou o STF e foi muito aplaudida ao defender o pai.

"O que se viu foi uma série de violações conduzidas pelo ministro Joaquim Barbosa para manter de pé a tese do mensalão, uma história mal contada e sem provas", disse ela. "Meu pai está preso injustamente por ter lutado para fazer do Brasil um país melhor. Todos sabemos que o julgamento foi marcado pela exceção", acrescentou.

Para João Paulo, escândalo tucano é maior

Condenado a nove anos e quatro meses de prisão, o deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) sugeriu ontem que os escândalos dos fiscais da Prefeitura de São Paulo e do cartel de metrô no Estado são maiores do que o mensalão petista. Os dois casos citados pelo ex-presidente da Câmara atingem majoritariamente políticos do PSDB (Estado) e da gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab, do PSD.

Atrás dos muros

Paraplégicos e um tetraplégico presos no Complexo Penitenciário da Papuda, que abriga há quase um mês políticos condenados no mensalão, relatam ter ficado em uma cela com até 12 pessoas, conviver com ratos, não ter acesso a medicamentos e até já ter dormido no chão.

Cada penitenciária da Papuda tem uma cela adaptada para cadeirantes. No PDF-1 (Penitenciária do Distrito Federal 1), a cela já chegou a ter 12 detentos, segundo eles.

Atualmente lá há oito pessoas, sendo quatro cadeirantes (um tetraplégico e três paraplégicos) e outros quatro presos que lhes servem de cuidadores, trabalhando para diminuir suas penas. Na cela, eles se apertam em quatro beliches e têm como único luxo um chuveiro quente.

Argentina limita carro importado e afeta Brasil

A decisão do governo da Argentina de limitar em até 27,5% as importações de automóveis e veículos comerciais leves, anunciada anteontem, pode ter um grande impacto sobre a indústria automobilística brasileira e a balança comercial do país.

Entre janeiro e novembro deste ano, o Brasil exportou US$ 5 bilhões em automóveis de passageiros. Desse total, 87% (US$ 4,4 bilhões) foram para a Argentina.

Na quinta-feira, a ministra argentina da Indústria, Debora Giorgi, comunicou ao setor automotivo do país que eles terão de reduzir entre 20% e 27,5% as importações no primeiro trimestre de 2014, em relação ao mesmo período deste ano.

Noel tour

Entre os globos de neve com réplicas da estátua da Liberdade e da torre Eiffel na avenida Paulista, uma plaquinha vermelha se destaca no meio dos raios de luz azul royal. Aonde a placa vai, um grupo de 30 pessoas vai atrás.

A tal placa até parece aquelas usadas pelos compradores de ouro do centro da cidade. Só que ali, na Paulista, tem outra serventia: é usada para conduzir turistas e paulistanos que se aventuram por um dos cartões-postais de Natal mais famosos do país.

Atlético-PR e Vasco terão de jogar com portões fechados

A Procuradoria do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) saiu derrotada ontem e o Atlético-PR e o Vasco receberam uma pena mais branda da 4ª Comissão Disciplinar do STJD por causa da briga envolvendo os torcedores dos dois clubes domingo, em Joinville (SC).

Depois de uma sessão de quase quatro horas, a denúncia da procuradoria foi recebida somente em parte e os times terão que jogar apenas metade da pena de portões fechados no próximo ano.

Pela decisão de ontem, o clube de Curitiba recebeu seis partidas sem a presença de torcedores no estádio enquanto o time carioca terá que atuar em quatro jogos de portões fechados.

Aprovação da maioria dos governadores volta a subir, diz Ibope

Os governadores estão gradualmente recuperando a popularidade perdida após os protestos, aponta pesquisa Ibope divulgada ontem. Dos 11 governantes avaliados pelo instituto em julho, só dois pioraram suas avaliações: Cid Gomes (PSB), do Ceará, e Jaques Wagner (PT), da Bahia. O pernambucano Eduardo Campos (PSB) manteve-se no mesmo patamar.

Em São Paulo, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) aumentou seu percentual de avaliação ótima ou boa de 26% para 31%. Até o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), um dos piores avaliados, recuperou-se de 12% para 18% de aprovação.

A governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), que se mantém no cargo por causa de uma liminar na Justiça, e o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), receberam as piores avaliações. Ambos estão empatados tecnicamente no último lugar do ranking. Rosalba tem 7% de aprovação, e Agnelo, 9%.

Rosalba retoma governo após afastamento

Livre do afastamento do cargo por decisão provisória do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), disse que a "justiça foi feita" no caso. Rosalba usou seu perfil pessoal no Twitter para agradecer "a todos que estiveram em oração".

A governadora teve seu afastamento do cargo decretado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do RN na última terça-feira, sob a acusação de abuso de poder econômico e político na campanha eleitoral de 2012.

Rede admite separação do PSB no apoio a candidatos a governador

Dirigentes da Rede Sustentabilidade admitem separação com o PSB em diferentes disputas estaduais, caso o novo aliado feche alianças com candidatos a governador ligados ao senador Aécio Neves (PSDB) ou à presidente Dilma Rousseff (PT).

Em busca de palanques regionais para sua provável candidatura ao Planalto, o governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, negocia acordos com nomes do PSDB em ao menos seis Estados, e com petistas em outros dois.

PSB fala em recorde de obras, mas investe menos em saúde

Após começar a gestão em contenção de despesas, o governo do Piauí anuncia um "número histórico" de obras no Estado e culpa o PT pela "situação financeira difícil" encontrada ao assumir.

A expressão sobre o governo anterior é do governador Wilson Martins (PSB), que foi vice em metade dessa mesma gestão (2007-2010), do então governador e hoje senador Wellington Dias (PT).

TCU rebaixa nota do Ceará no ranking de análise financeira

O TCU (Tribunal de Contas da União) rebaixou a nota do Ceará no ranking de análise financeira dos Estados e classificou como "insuficientes" as garantias da gestão Cid Gomes (Pros) para receber empréstimo de até US$ 100 milhões do Banco Mundial.

Mesmo com a nota "D", a mais baixa da lista e que indica reprovação do TCU para pedidos de financiamento internacional, o tribunal acabou avalizando o aporte, após ação do ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Grupo quer transformar sede do Dops em museu

O movimento Coletivo RJ Memória, Verdade e Justiça lançou ontem uma campanha para transformar prédio do extinto Dops (Departamento de Ordem Política e Social) em um Espaço de Memória da Resistência.

Segundo representantes do movimento, o governador Sérgio Cabral (PMDB) havia se comprometido a transformar o prédio no espaço cultural ainda este ano, mas um impasse com a Polícia Civil travou as negociações. A corporação alegou ao grupo que pretende criar um museu de arquivos policiais no local.

Correio Braziliense

O PT constrange o Planalto, de novo

A contragosto do Palácio do Planalto e dos estrategistas da campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff, o PT voltou ontem a dividir o debate sobre a renovação do partido com as homenagens aos petistas presos no processo do mensalão. Depois de constranger o governo ao exaltar os condenados diante de Dilma, que participava da abertura do evento na noite de quinta-feira, os militantes do partido fizeram ontem o ato oficial de desagravo ao ex-ministro José Dirceu, ao ex-tesoureiro Delúbio Soares, ao ex-deputado José Genoino e ao deputado João Paulo Cunha, colocando-os como “heróis da legenda”.

Com ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) e à imprensa, os petistas voltaram a se colocar como injustiçados e vítimas de um processo político, mas em nenhum momento citaram que, dos 11 ministros do Supremo, oito foram nomeados por Dilma ou Luiz Inácio Lula da Silva. No ato, parentes dos três presos e o próprio Cunha foram saudados aos gritos de “Dirceu, guerreiro do povo brasileiro”, seguidos com a mesma frase, mas com o nome dos outros. Cunha foi o mais enfático no discurso. Disse que “alguns” querem afastar o tema das eleições, mas que é uma “besteira”. “Usaram em 2006, em 2008, em 2010, em 2012. Vão usar em 2014 e sempre. Mensalão virou como um produto na prateleira que, quando eles não tiverem mais nada para falar de nós, tiram da prateleira.”

DF tem maior rejeição a Dilma

Entre os brasileiros, os moradores da capital federal são os que mais estão insatisfeitos com o governo da presidente Dilma Rousseff. Pesquisa da CNI-Ibope, divulgada ontem, mostra que apenas 26% da população do Distrito Federal avalia o governo como bom ou ótimo e 38% classifica como ruim e péssimo. Os brasilienses também são os que mais rejeitam a forma como a presidente governa, os que têm as piores expectativas em relação ao restante do mandato da petista e menos confiança. Nesse quesito, estão seguidos dos paulistas e capixabas. O índice de desconfiança na capital federal é de 58%, em São Paulo é de 55% e no Espírito Santo é de 52%. O governador do DF, Agnelo Queiroz, também petista, aparece na mesma pesquisa como o segundo pior avaliado do país.

Punição a assassinos de Villela complica Adriana

Filha de casal morto na 113 Sul nem chegou a sentar no banco dos réus até agora, mas condenação de dois dos acusados do crime, em quatro dias de julgamento, serviu para reforçar a suspeita de que foi ela quem mandou matar os pais.

Para o cofrinho da Copa 2014

No embalo da Copa do Mundo, o Banco Central lançará, em 24 de janeiro de 2014, uma série de moedas comemorativas do torneio de futebol, que será realizado no ano que vem no Brasil. Serão nove moedas especiais de prata, ouro e cuproníquel (cobre e níquel). Os preços são de cair o queixo. Só a divisa de ouro, com valor de face de R$ 10, vai custar nada menos que R$1.180. O valor é justificado pela exclusividade, já que a autoridade monetária colocará à venda apenas 2,7 mil peças desse tipo. Se a procura for grande, a tiragem sobe para 5 mil cópias. E só.

Vasco e Furacão: portões fechados

Pela briga em Joinville, times são punidos com perda de até 12 mandos de campo e, em metade dos jogos, atuarão sem torcida.

Gilmar compara STF a grêmio estudantil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes chamou de “estudantada” a votação, pela Corte, do fim das doações de campanhas eleitorais por empresas. “Não há uma disciplina específica. É um grupo de alunos em um grêmio que agora decidiu reformar o mundo”, disparou. Para o ministro, o financiamento de candidatos e partidos por pessoas jurídicas deveria ser discutido pelo Congresso Nacional no âmbito da reforma do sistema político.

Até a sessão da última quinta-feira, quatro ministros do STF haviam votado pelo fim das doações por pessoas jurídicas. Falta o posicionamento de sete integrantes da Corte. O julgamento, porém, só deve ser concluído no ano que vem por causa de um pedido de vista do ministro Teori Zavascki.

Execução expõe crise interna

A morte do segundo homem na hierarquia do governo, tio do ditador norte-coreano, é vista por analistas como manobra para minar dissidências e conspirações.

O Kombão do atraso

A tensão está instalada no governo. O Ministério da Fazenda decidiu peitar o Conselho Nacional de Trânsito (Conatran) e o Ministério das Cidades. Está negociando em separado a implementação de itens de segurança nos carros com representantes da indústria automobilística. Diante da guerra não declarada entre ministros, a presidente Dilma Rousseff terá de arbitrar se, a partir de 1º de janeiro, todo veículo fabricado no país sairá de fábrica com air bags e freios ABS. Porém, a principal barreira à proteção extra aos motoristas é política e está em São Bernardo do Campo (SP). Com a exigência dos equipamentos, as linhas de produção obsoletas da Kombi, do Gol G4 e do Uno Mille serão interrompidas. Quase 8 mil empregos ficariam ameaçados em ano eleitoral e, pior, quase todos na região que é o berço do PT.

Caos aéreo de presente

A possibilidade de um caos aéreo ocorrer durante as festas de fim de ano aumentou. Os pilotos e comissários de bordo das companhias de aviação aprovaram ontem indicativo de greve para o próximo dia 20. A decisão foi deliberada pela categoria após uma reunião de representantes do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) e das empresas em que todas as propostas dos patrões foram recusadas pelo empregados.

As principais reivindicações da categoria são folgas regulares fixadas anualmente, plano de previdência privada, plano de saúde e o passe livre em voos. A última oportunidade para que ambas as partes tentem chegar a um acordo está marcada para o próximo dia 18, em reunião a portas fechadas. A tensão entre patrões e trabalhadores é comum no fim do ano, quando os aeronautas fazem pressão por melhorias e as empresas temem por problemas no transporte dos passageiros.

Cassação de Donadon fica para 2014

O deputado federal Sérgio Zveiter (PSD-RJ), relator designado para analisar o recurso de Natan Donadon (sem partido-RO) — que tenta impedir a votação do pedido de cassação de seu mandato —, negou ontem o pedido do parlamentar. O parecer será votado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara na próxima terça-feira, mas, ainda que seja aprovado, não há mais tempo regimental para o processo chegar ao plenário este ano. Com isso, ainda que dificilmente consiga manter o cargo após a derrubada das votações secretas para cassação de mandatos, Donadon já conseguiu garantir o título de deputado, pelo menos, até fevereiro de 2014.

Campanha aberta em São Paulo

Alexandre Padilha é cada vez mais candidato a governador de São Paulo e menos ministro da Saúde. Ontem, ele participou da inauguração do hospital regional de São Bernardo, ao lado da presidente Dilma Rousseff, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do prefeito da cidade, Luiz Marinho. Na noite de quinta-feira, Lula já havia indagado ao ministro, durante abertura do 5º Congresso Nacional do PT, se ele queria ser candidato a governador. Diante de um sinal positivo com os dois polegares e de um sorriso largo dado por Padilha, Lula aconselhou: “Então ande pelo estado e construa parcerias”, alertou o presidente.

Aposta em território tucano

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), faz cálculos eleitorais baseados nas últimas eleições para concluir que o atual favoritismo da presidente Dilma Rousseff nas pesquisas não altera as previsões de que a disputa se dará em dois turnos, mesmo que os únicos concorrentes sejam ele próprio e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). “Foi o que ocorreu nas últimas eleições, sendo que a vantagem que o PT tinha no Norte e no Nordeste diminuiu muito”, avalia. Para Aécio, oito governadores tucanos alavancarão sua candidatura.

O Globo

Ação contra caos aéreo sofre com falta de pessoal

O aperto no orçamento do governo federal — com cortes nas despesas referentes a passagens e diárias — pode inviabilizar o reforço das equipes da Polícia Federal (PF) e Receita Federal (RF) na operação de fim de ano nos aeroportos, iniciada ontem. Segundo dados enviados à Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero), são necessários mais 94 homens da PF e 62 fiscais da Receita nos principais aeroportos do país, para facilitar o fluxo extra de passageiros, principalmente em Guarulhos (São Paulo), no Galeão e em Brasília, devido aos voos internacionais. O problema é que o efetivo depende de liberação de recursos do orçamento para deslocar os agentes.

O assunto será discutido em reunião na Casa Civil, na segunda-feira, com a presença da cúpula dos dois órgãos e outras autoridades. Uma das saídas em análise seria acionar funcionários da Infraero para ajudar na fila do passaporte. No caso da Receita, a situação é mais complicada porque é preciso treinamento específico.

Via Binário não foi fiscalizada

Prefeito do Rio admitiu que desconhecia que até mesmo o sistema provisório de drenagem da Via Binário, inaugurada há um mês, não estava pronto para enfrentar as chuvas que alagaram as pistas. Concessionária foi multada em R$ 100 mil.

General Osório reabre amanhã

Fechada desde fevereiro para as obras da Unha 4 do Metrô, a estação General Osório reabre amanhã sem a cobertura em formato de croissant que era criticada por moradores.

Vasco perde oito mandos de campo

Pela briga dos torcedores em Joinville, o Vasco foi punido com a perda de oito mandos de campo na segunda divisão, quatro com portões fechados. O Atlético perdeu 12.

Mídia em guerra com Obama

A imprensa dos EUA acusa o presidente de falta de transparência e pressiona para poder registrar imagens do dia a dia da Casa Branca.

Dilma: ‘Não fui eleita para fazer muquifo’

Na véspera do aniversário da presidente Dilma Rousseff, o governo federal e a prefeitura de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, fizeram ontem um evento com direito a show sertanejo e fogos de artifício para inaugurar, com quase dois anos de atraso, o Hospital das Clínicas José Alencar, o maior da cidade. Na cerimônia, Dilma disse que não foi eleita para construir muquifo para o povo, destacando as instalações modernas da unidade. O hospital, entretanto, vai funcionar parcialmente até 2015. Ele abrirá as portas na próxima semana com apenas 70 dos 293 leitos disponíveis para atendimento — o equivalente a 24%.

A unidade custou R$ 240 milhões, sendo 54% arcados pelo governo federal, e o restante dividido entre o governo do estado e a prefeitura.

— Chegamos à conclusão de uma coisa muito importante que aprendemos com o presidente Lula, que dizia o seguinte: não fui eleito para construir muquifo para o povo brasileiro. Muquifo é algo ruim para o povo brasileiro. Eu também não fui. Nós fomos eleitos para buscar para o povo brasileiro aquilo que há de melhor — declarou Dilma.

Só 3 governadores são aprovados por mais de 50% dos eleitores

Cinco meses após os protestos de ma que abalaram a popularidade de vários governadores, principalmente os do Centro-Sul do país, pesquisa Ibope indica que eles começam a recuperar a confiança do eleitor, mas, entre os chefes de governo dos 27 estados, apenas três têm hoje a aprovação de mais de metade dos eleitores, todos fora do centro das manifestações: Amazonas, Pernambuco e Acre. Na outra ponta, com o pior desempenho, estão os governadores do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), cassada esta semana pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), mas que aguarda no cargo decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE); Agnelo Queiroz (PT), do Distrito Federal, e Camilo Capiberibe (PSB), do Amapá. O governador do Rio, Sérgio Cabral, tem a quarta maior reprovação, 47%, embora tenha registrado aumento de popularidade de 12% para 18%, entre julho e novembro.

Pior avaliada, Rosalba festeja decisão do TSE

A governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), a pior avaliada na pesquisa CNI/Ibope, com 74% de reprqyação, usou o Twitter para dizer que "a justiça foi feita" na decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que quinta-feira à noite suspendeu seu afastamento do cargo.

"Boa noite. Quero agradecer as inúmeras mensagens, a solidariedade, a todos que estiveram em oração. Graças a Deus, a justiça foi feita" disse a governadora no microblog.

Ontem pela manhã, a governadora participou da entrega de medalhas aos atletas vencedores dos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte, na Escola de Governo, no Centro Administrativo do Estado.

Desempenho é melhor na área social e na habitação

Os melhores desempenhos do govemo Dilma são nas políticas de combate à fome e à miséria e na área de habitação. A expectativa da população é negativa na área econômica. A política de impostos é rejeitada por 71% dos entrevistados, contra 24% que consideram positivas; 63% desaprovam as ações contra a inflação, contra 31% que aprovam; e 65% desaprovam a política de juros, contra 28%. O dado mais positivo é a geração de empregos, cuja avaliação empatou: 47% aprovam a política de combate ao desemprego, contra 49%.

Procurador investigado volta ao comando do caso Alstom

Depois de deixar de responder repetidos pedidos de ajuda da Justiça da Suíça, que investiga a formação de cartel por multinacionais, inclusive no Brasil, o procurador Rodrigo de Grandis reassumiu o inquérito do caso Alstom no Ministério Público Federal (MPF). Ele é alvo de processo disciplinar das corregedorias do próprio MPF e do Conselho Nacional do Ministério Público, que tem a função de fiscalizar a atividade de promotores e procuradores do país, por ter engavetado pedido para ouvir quatro suspeitos de envolvimento em um esquema de pagamento de propina por parte da empresa Alstom a funcionários do governo de São Paulo.

Aposentadoria de Lalau é cassada

O ex-juiz Nicolau dos Santos Neto, o Lalau, teve a sua aposentadoria cassada pelo plenário do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. Condenado por desvio de verbas das obras do Fórum Trabalhista da capital, na Barra Funda, região central, Lalau está preso desde março num presídio paulista, depois de perder o direito à prisão domiciliar. O tribunal, alegando segredo de justiça no processo, não informou ontem o valor da aposentadoria que era paga ao ex-magistrado.

Ex-militar que denunciou complô foge do Brasil

O uruguaio Mário Neira Barreiro, que denunciou um suposto complô que levou à morte do ex-presidente João Goulart, fugiu para a Argentina. O ex-militar, que monitorou os passos de Jango durante seu exílio, viajou há cerca de dois meses para Buenos Aires e disse que não pretende mais voltar ao Brasil. Condenado em 2003 por roubo, porte ilegal de arma e formação de quadrilha, estava em liberdade condicional desde abril deste ano no Rio Grande do Sul.

Em nova homenagem a condenados, PT critica distanciamento do Planalto

Com críticas a setores do governo Dilma que pregam o distanciamento do Palácio do Planalto do tema do mensalão, o PT fez ontem mais uma homenagem aos petistas condenados e presos. O ato ocorreu um dia após a abertura do 5º Congresso do partido, anteontem, ter se transformado em desagravo a José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares, condenados por corrupção ativa e formação de quadrilha.

Outros textos destacados pelos jornais publicados pelo Congresso em Foco:

Justiça define penas alternativas a condenados no mensalão
Henry renuncia ao cargo e se entrega na PF
Dilma sanciona minirreforma eleitoral com vetos
Minirreforma eleitoral não vale para 2014, diz Marco Aurélio

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!