Nos jornais: erro do TCU livra Graça Foster de punição pelo caso Pasadena

No lugar da atual presidente da estatal, tribunal responsabilizou um ex-diretor que já tinha deixado a companhia quando foi tomada uma das decisões consideradas irregulares na compra da refinaria. Troca poupou Graça de ter os bens declarados indisponíveis por um ano

O Globo

Erro do TCU livra Graça Foster de punição pelo caso Pasadena

Um erro do Tribunal de Contas da União (TCU) deixou de fora da relação de diretores da Petrobras responsáveis pelo prejuízo com a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, a atual presidente da estatal, Graça Foster. O órgão de controle responsabilizou em lugar de Graça um ex-diretor que já tinha deixado a companhia quando foi tomada uma das decisões sobre Pasadena consideradas irregulares. A troca poupou a presidente da Petrobras de ter os bens declarados indisponíveis por um ano, medida adotada em relação aos outros responsáveis.

Ildo Sauer e Nestor Cerveró foram citados no acórdão e condenados a responder por US$ 92,3 milhões de prejuízo pela decisão tomada em 2009 pela diretoria executiva de descumprir a sentença arbitral que obrigava a Petrobras a comprar a segunda metade da refinaria nos EUA. Mas Sauer já tinha deixado a Petrobras em 2007, dois anos antes da decisão, e Cerveró fora transferido para a BR Distribuidora em 2008.

Compunham a diretoria em seus lugares Graça Foster e Jorge Luiz Zelada, esse último da área internacional da estatal.

Procurado ontem pelo GLOBO, o TCU afirmou que “se for constatado equívoco”, ele será “devidamente corrigido por meio de nova decisão a ser proferida em plenário”. Hoje, Zelada presta depoimento à CPI mista da Petrobras.

Após pedido de 'unzinho', PSB aumenta rigor para comitês

A campanha presidencial do PSB pretende apertar os controles para instalação das “Casas de Eduardo e Marina”, depois do constrangimento enfrentado pela vice da chapa na última segunda-feira em Osasco, na Região Metropolitana de São Paulo. A orientação é que os voluntários passem por um filtro antes de serem aceitos no programa.

O comando da candidatura também definiu que vai centralizar o trabalho dos percussores quando Marina e Campos decidirem participar da inauguração de um dos comitês residenciais. Esse trabalho, que consiste na visita ao local um dia antes do evento oficial, vinha sendo feito por equipes de candidatos a deputado estadual e federal. Os voluntários a receber uma “Casa de Eduardo e Marina” serão questionados se realmente conhecem os candidatos e qual a motivação do engajamento.

Brasil tem 7 milhões de eleitores a mais do que em 2010, afirma TSE

O eleitorado brasileiro cresceu 5,17% nos últimos quatro anos, saindo de 135.804.433 votantes, em 2010, para 142.822.046, de acordo com um balanço divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta terça-feira. Os números revelam ainda que esse eleitorado está mais velho e feminino. As mulheres, que já eram maioria na última eleição geral, aumentaram ainda mais sua participação no eleitorado: são 74,5 milhões, ou 52,13% do total. Em 2010, elas eram 51,82%. O número de homens eleitores (68,2 milhões) também cresceu, mas a um ritmo menor que o das mulheres. Já a faixa etária mais numerosa nessa eleição é a situada entre 45 a 59 anos: 33,8 milhões, ou 23,66% do total. Em 2010, o grupo entre 25 e 34 anos era o maior. Os eleitores com 60 anos ou mais também cresceram em número: são 24,3 milhões, 17,01% do total. Em 2010, eles eram 15,29%.

Bancos farão análises mais conservadoras

Assustados com a reação do governo no episódio do Santander, bancos e corretoras devem adotar a partir de agora uma postura mais cautelosa quando tratarem do tema eleições em seus relatórios enviados a clientes.

Folha de S. Paulo

Uso do aeroporto é irrelevante, diz Aécio

O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, disse nesta terça (29) ser "irrelevante" a informação sobre o uso que ele pode ter feito do aeroporto de Cláudio (MG), construído em sua gestão como governador de Minas num terreno do tio-avô do tucano, desapropriado pelo Estado.

"Foi feita uma acusação leviana de uma obra pública em um local privado. São milhares de licitações e me acusam de beneficiar um parente. Isso é do jogo político, não vou ficar estendendo essa pauta."

Desde que a Folha revelou o caso, no dia 20, o tucano se recusa a responder se já utilizou ou não a pista.

Nesta terça, ao ser questionado se o fato de não responder aos questionamentos pode ser prejudicial para a campanha, ele disse: "Isso é irrelevante. Vou responder sempre que achar adequado".

Presidente do Santander diz que analista fez 'coisa errada'

O presidente mundial do Banco Santander, Emilio Botín, afirmou nesta terça-feira (29), em palestra no Rio, que o boletim interno que afirmava que o eventual sucesso eleitoral da presidente Dilma Rousseff produzirá uma piora na economia do Brasil não reflete a posição da instituição, e sim a de um analista, que ele disse ter sido o responsável pelo texto.

O Santander, segundo o executivo, demitiu o funcionário. "Enviamos uma carta à presidente. A pessoa tinha que ser demitida porque fez coisa errada", disse Emilio Botín a jornalistas. "[O informe] É a opinião de um analista, não é a opinião do Santander. Nós tomamos as medidas necessárias", segundo informações do portal UOL.

A análise da instituição financeira, enviada a clientes de alta renda no dia 1º de julho, dizia que, se Dilma subir nas pesquisas, juros e dólar vão subir, e a Bolsa, cair.

'Vão ter que demitir muita gente', ironiza Aécio

O candidato do PSDB ao Planalto, Aécio Neves, acusou, nesta terça (29), a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) de tentar politizar a crise econômica.

Sobre o comunicado do banco Santander a clientes dizendo que a reeleição de Dilma poderia ter efeitos negativos na economia, Aécio comentou que o governo não contestou a avaliação do banco, mas apenas agiu para que os responsáveis pelo comunicado fossem demitidos.

"O governo deveria estar muito mais preocupado em reagir positivamente do que punir um funcionário", disse.

Campos centraliza gestão dos comitês depois de incidente

O comando da campanha de Eduardo Campos, candidato à Presidência pelo PSB, decidiu centralizar a gestão dos comitês voluntários. A campanha vai criar uma ferramenta on-line para formalizar a relação com quem irá receber as "Casas de Eduardo e Marina", esclarecendo que o simpatizante da chapa não receberá dinheiro em troca do apoio à candidatura.

As medidas foram adotadas na manhã desta terça (29), um dia depois de a vice de Campos, Marina Silva, sofrer constrangimento em público por causa das declarações do dono de uma casa em Osasco, na Grande São Paulo.

Edivaldo Manoel Sevino afirmou que "esperava receber unzinho" pela iniciativa de abrigar um ponto voluntário de distribuição do material de campanha e criou uma saia justa para a ex-senadora, defensora do engajamento político espontâneo.

Cresce a participação de mulheres e idosos no eleitorado do país

Os 142,8 milhões de eleitores que irão votar em outubro estão mais velhos, e a participação das mulheres cresceu.

Os dados divulgados nesta terça-feira (29) pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) mostram um crescimento de 5% no número de eleitores desde as eleições de 2010.

As mulheres, que já eram maioria, agora representam 52% (74,5 milhões) do eleitorado; em 2010 eram 51,82%.

O número de eleitores idosos (com mais de 60 anos) cresceu 17% nos últimos quatro anos, chegando a 24,3 milhões. Houve queda de 31% no número de jovens com voto facultativo, ou seja, aqueles que têm 16 e 17 anos. Em 2010, eles eram 2,4 milhões e, em 2014, são 1,6 milhão.

Temer pressiona Skaf por apoio a Dilma em São Paulo

A formação de um palanque duplo para a campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) em São Paulo abriu uma crise no PMDB e provocou desgaste entre o candidato do partido ao governo, Paulo Skaf, e seu principal fiador, o vice-presidente Michel Temer.

Diante da resistência de Skaf, a legenda prepara reação para forçá-lo a mudar de posição. A ofensiva começou na terça (29) com um telefonema de Temer para Skaf. Ele avisou que, mesmo sem aval do candidato, mobilizará o PMDB para Dilma no Estado.

Segundo interlocutores, Temer foi enfático ao informar Skaf que o PMDB de São Paulo vai apoiar a reeleição de Dilma e que não cabe outra posição ao diretório.

Universal burlou licença de templo, diz parecer

A Igreja Universal usou informações falsas para burlar a legislação municipal e, assim, construir a nova sede conhecida como o Templo de Salomão, segundo parecer técnico apresentado à Prefeitura de São Paulo.

De acordo com documentos anexados ao processo de licenciamento obtidos pela Folha, a igreja apresentou, em 2006, pedido de reforma de prédio que havia sido demolido ao menos dois anos antes. O templo será inaugurado nesta quinta-feira (31) com a presença, dentre outras autoridades, da presidente Dilma Rousseff (PT).

As irregularidades apontadas pela CTLU, uma comissão independente destinada a avaliar autorizações da prefeitura, foram ignoradas pelo município e a construção, aprovada com a ajuda de decisões do ex-diretor da prefeitura Hussain Aref Saab.

O ex-diretor, que comandava o Aprov (departamento municipal que liberava construções), é suspeito de comandar esquema de corrupção na aprovação de obras na capital, na gestão Gilberto Kassab (PSD).

Igreja afirma que construção seguiu todas as exigências legais

A Igreja Universal do Reino de Deus afirmou, por meio de nota, ter total convicção de que tanto o projeto quanto a construção do Templo de Salomão obedeceram todas as exigências legais.

Presente em mais de cem países, segundo ela, a igreja afirmou ainda prezar pelo rigoroso cumprimento das leis e respeitar as autoridades constituídas dessas nações.

Criador da 'Dilma Bolada' reativa perfil e se torna consultor do PT

O criador da personagem "Dilma Bolada" será consultor da campanha da presidente, inspiradora do perfil virtual que se tornou a principal vitrine de repercussão da petista nas redes sociais.

Na terça-feira (29), Jeferson Monteiro reativou o perfil da paródia presidencial no Facebook, após ter suspendido a página por pendências financeiras, como revelou a Folha na semana passada.

Interlocutores presidenciais afirmam que Monteiro recebeu a promessa de pagamento de valores mensais para ajudá-lo a manter a conta.

Na semana passada, ele havia dito que desativou a página porque estava "sozinho", sob ataques de blogs contrários a Dilma. Disse ainda que poderia atuar na campanha, desde que tivesse liberdade para criar.

Ministério Público pede que ativistas voltem a ser presos

O procurador de Justiça Riscalla Abdenur, do Ministério Público do Rio, entrou com recurso contra a decisão do desembargador Siro Darlan, da 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, de conceder habeas corpus aos 23 ativistas denunciados por formação de quadrilha armada.

Acusados de participar de protestos violentos no Rio, os 23 manifestantes tiveram prisão preventiva decretada no dia 18. Na última quarta-feira (23), o desembargador concedeu liberdade a todos.

Auditoria vê erros em contrato da Petrobras

O ex-diretor da Petrobras Jorge Zelada conduziu licitação de sonda de perfuração de poço de petróleo no valor de US$ 1,8 bilhão atropelando ritual interno de contratação exigido pela empresa, mostra relatório produzido por comissão da estatal.

O documento, ao qual a Folha teve acesso, revela ainda que a promessa do vencedor de entregar a sonda mais rapidamente, justificativa de Zelada para negociação direta, foi abandonada antes de assinado o contrato.

TCU admite rever decisão que culpou diretor por negócio

O Tribunal de Contas da União disse que está apurando se houve "equívoco" na atribuição de responsabilidades a um dos diretores da Petrobras que aprovaram a compra da refinaria de Pasadena.

Na semana passada, o TCU aprovou parecer do ministro José Jorge que condena 11 executivos a pagar US$ 792 milhões pelos prejuízos causados com a compra da unidade e ordenou o bloqueio de seus bens.

Ministério Público apresenta nova ação contra Kassab

O Ministério Público apresentou nova ação à Justiça acusando o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD) de não ter aplicado recursos para a quitação de precatórios alimentares conforme previsão estabelecida no orçamento municipal. A ação protocolada pela Promotoria trata dos precatórios do exercício de 2007.

Rússia recebe pior sanção desde fim da Guerra Fria

A União Europeia e os Estados Unidos anunciaram nesta terça-feira (29) novo pacote de sanções econômicas à Rússia para tentar enfraquecer o apoio aos separatistas no leste da Ucrânia.

A estratégia conjunta é mostrar que, desta vez, as medidas vão além das últimas punições a indivíduos ou órgãos do governo russo, muito mais simbólicas do que efetivas até agora.

As novas sanções --as mais duras contra a Rússia desde o fim da Guerra Fria, em 1991-- buscam afetar as áreas de energia, tecnologia, finanças e defesa. Moscou não comentou.

Uma das medidas é a restrição dos bancos russos para operar no mercado europeu e nos Estados Unidos.

O Estado de S. Paulo

Luiz Moura e cinco empresas de ônibus são suspeitos de lavagem de dinheiro para o PCC

O deputado estadual Luiz Moura (PT) e cinco empresas de ônibus que operam em São Paulo são citados em investigação que apura esquemas de lavagem de dinheiro para o Primeiro Comando da Capital (PCC). O procedimento, sigiloso, é coordenado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual. Moura nega as acusações.

O Tribunal de Justiça ainda precisa dar aval para que o deputado seja investigado. Ele está suspenso do PT desde o mês passado. Moura foi flagrado pela Polícia Civil em março, em uma reunião de perueiros em que havia suspeitos de integrar a facção criminosa.

Temer age para enquadrar Skaf por apoio a Dilma

MP quer que juiz revogue decisão que libertou 23

FMI vê economia do Brasil "moderadamente frágil"

Mantega desqualifica avaliação do FMI sobre a economia brasileira

Correio Braziliense

FMI põe o Brasil entre os cinco emergentes mais vulneráveis

Argentina vê o calote de perto

Consumidor paga o rombo da luz

Campanha voltada para um novo perfil de eleitor

Petista aposta em eventos

Discurso com verniz econômico

O mapa do Planalto passa pelo Sudeste

O ano da biometria

Vargas tenta enrolar processo

Advogado diz que não é coronel em foto

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!