Na TV, Lula prometerá um 2º governo Dilma ‘melhor’

Ex-presidente pedirá que as pessoas votem "sem medo" na candidata do PT

FOLHA DE S.PAULO

Na TV, Lula prometerá um 2º governo Dilma 'melhor'

No primeiro programa eleitoral de TV de Dilma Rousseff, que vai ao ar nesta terça-feira (19), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pedirá que as pessoas votem "sem medo" na candidata do PT e dirá que ela fará um segundo mandato "melhor" que o primeiro.

Dilma e Lula estrelarão o programa e o ex-presidente usará seu tempo para dizer que ninguém se arrependeu de ter lhe dado mais quatro anos em 2006 e que também não irão se arrepender com a reeleição da presidente.

A propaganda eleitoral na TV começa hoje. Dilma terá quase o triplo de tempo de TV de Aécio Neves (PSDB), com 11 minutos e 24 segundos. O programa de estreia com Lula será exibido a partir das 13h e não trará ataques ao tucano.

A propaganda eleitoral também exibirá depoimento do ex-presidente, gravado em estúdio, em homenagem a Eduardo Campos, que morreu em um acidente aéreo na última quarta-feira (13) e era candidato a presidente.

Presidente admite que saúde no país não é razoável

Barroso torna sem efeito decisão de Barbosa sobre leilão de bens

O ministro Luís Roberto Barroso tornou sem efeito uma decisão do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa que determinava um leilão com os bens bloqueados de condenados no processo do mensalão --como Marcos Valério, Ramon Hollerbach e Cristiano Paz.

Segundo Barroso, decisões relativas aos bens bloqueados devem ser tomadas pela Justiça de primeira instância pela Vara de Execuções Penais. Segundo o ministro, cabe a ela decidir o destino dos bens e a possível realização de um leilão.

Marina atrai eleitor jovem, escolarizado e mais rico

O eleitor típico da ex-ministra Marina Silva, provável candidata do PSB à Presidência, é jovem, bem escolarizado e mora em cidade grande. Na comparação com a média dos brasileiros, tem renda alta.

Os dados do Datafolha por segmento mostram os perfis em que cada candidato vai melhor ou pior. Ajudam a mapear forças e fraquezas dos concorrentes e, nas mãos dos marqueteiros, acabam servindo para ajustar os discursos e a propaganda eleitoral.

Cai pessimismo com economia, diz pesquisa

O pessimismo com a economia diminuiu de julho para cá, aponta a pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda (18). Isso ajuda a explicar os 38% de ótimo e bom do governo Dilma, a melhor marca desde abril deste ano.

Segundo o Datafolha, a proporção de eleitores que esperam aumento de inflação nos próximos meses caiu de 58%, em julho, para 52%; e o dos que creem na queda dos preços subiu de 8% para 12%.

Ex-líder de Dilma, senador diz que votará no PSDB

Ex-líder do governo Dilma Rousseff no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR) criticou à gestão da petista e declarou voto no candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves. "Na minha avaliação, temos que mudar o rumo econômico que o Brasil está tomando. A gente tinha duas opções de voto, o Aécio e o Eduardo [Campos]. Hoje perdemos uma. Eu não quero influenciar ninguém, mas vou declarar o meu. Vou votar no Aécio".

A declaração foi feita em palestra em Roraima, na quarta (13), dia da morte de Campos. O áudio foi divulgado na internet.(..) "A Dilma tem um discurso socialista e a prática dela é socialista [...]", disse Jucá.

 

O ESTADO DE SPAULO

PT e PSDB vão questionar capacidade de gestão de Marina

Uma operação de bastidores para tentar desconstruir a nova candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, já começou a ser preparada nos comitês de campanha da presidente Dilma Rousseff e do concorrente do PSDB, Aécio Neves. No horário eleitoral gratuito, hoje, todos os candidatos farão uma homenagem a Eduardo Campos, morto em acidente aéreo na quarta-feira, mas, longe dos holofotes, Marina não terá vida fácil. Os comitês de Dilma e Aécio pretendem questionar a capacidade de gestão da ex-ministra do Meio Ambiente a fim de tentar retomar a polarização entre petistas e tucanos que já dura 20 anos.

Em conversa após o velório de Campos, no domingo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse a Dilma que é preciso tomar cuidado com Marina para que ela não se consolide no segundo lugar da disputa, assumindo a fisionomia da mudança, até agora não identificada com Aécio. Pesquisas em poder da cúpula do PT coincidem com levantamento do Datafolha, divulgado ontem, apontando Marina no segundo lugar, com 21% e intenções de voto, em situação de empate técnico com Aécio, que tem 20%. A petista tem 36%.

TV começa com terceira via mais forte que em 2010

Marina tem a preferência de 21% dos entrevistados, segundo Datafolha; há 4 anos, no início da propaganda, taxa era de 10%

A pesquisa Datafolha divulgada ontem mostra que Marina Silva chega à etapa decisiva da campanha - a da propaganda eleitoral no rádio e na TV - com o dobro de intenções de votos em relação ao que tinha, nesta mesma época, na disputa de 2010.

Em um levantamento feito em meio à comoção provocada pela morte de Eduardo Campos, titular da chapa do PSB até quarta-feira, Marina foi a opção preferida de 21% dos entrevistados pelo Datafolha. Ela ficou em situação de empate técnico com o tucano Aécio Neves (20%) e atrás da presidente Dilma Rousseff (36%), candidata à reeleição pelo PT.

Em 2010, Marina tinha, às vésperas do início do horário eleitoral, 10% das intenções de votos, segundo o Datafolha. Dilma, que naquele ano concorreu pela primeira vez, aparecia com 41%, cinco ponto porcentuais a mais que agora. E o então candidato do PSDB, José Serra, tinha 33%, 13 pontos a mais que Aécio atualmente.

Com seus parcos 1min23s de tempo, Marina praticamente não saiu do lugar no primeiro mês da campanha televisiva: em meados de setembro, tinha 11% das preferências. Só cresceu na reta final e teve, no primeiro turno, 17,7% dos votos totais, ou 19,3% dos válidos (excluídos os brancos e nulos).

Dilma defende ministros afastados após denúncias

A presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff, disse há pouco, durante entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, que seu governo não foi complacente com a corrupção. Questionada sobre a dificuldade de formar desde o início de seu governo uma equipe "honesta", Dilma afirmou que foram os governos do PT os que mais investiram em mecanismo de combate à corrupção. "A Polícia Federal no meu governo e no governo Lula ganhou imensa autonomia para investigar, punir e prender", disse.

Renata Campos diz que vai fazer campanha por 2

Em seu primeiro teste como líder nacional do PSB, a viúva de Eduardo Campos, Renata, fez nesta segunda-feira, 18, no Recife um discurso para cerca de 5 mil correligionários no qual afirmou que, com a morte do marido, fará campanha "por dois". Disse ainda que ela e os filhos terão "coragem para mudar o Brasil", em referência ao mote usado na campanha presidencial de Campos.

Investigação põe flaps sob suspeita

As primeiras análises dos restos das peças do Cessna Citation que caiu na quarta-feira, matando o ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência pelo PSB Eduardo Campos e mais seis pessoas, apontaram que os flaps do avião estavam recolhidos.

O dado sobre o flap é considerado fundamental para a avaliação das causas do acidente. Quando um piloto vai aterrissar, é preciso "baixar os flaps", que são como extensões das asas e ajudam na sustentação e frenagem do avião no solo.

Após disputa, SP terá de elevar vazão do Rio Jaguari

 

O GLOBO

PSB e Marina buscam vice, PT e PSDB preveem 2º turno

‘Terei de participar por dois’, diz viúva de Campos sobre eleição em Pernambuco

Horário eleitoral começa hoje, com novo cenário. Datafolha mostra ex-senadora com 21% e Aécio com 20%. Dilma lidera com 36%. Tucanos e petistas avaliam que percentual da candidata do PSB está inflado pela comoção

Com a entrada de Marina Silva na disputa presidencial e a divulgação da primeira pesquisa Datafolha após a morte de Eduardo Campos (PSB), tucanos e petistas já trabalham com a certeza de que haverá segundo turno e começam a mostrar hoje suas estratégias, com o início do horário eleitoral na TV. O PSB ainda procura um vice. Marina, que assumirá a vaga de Campos, apareceu com 21%, empatada tecnicamente com Aécio Neves (PSDB), que tem 20%. Dilma (PT) lidera com 36%. Petistas e tucanos avaliam que o percentual de Marina agora estaria inflado por causa da comoção causada pela morte de Campos. A viúva do ex-governador de Pernambuco, Renata, sinalizou que não pretende ser vice de Marina. E, ao tratar da campanha em Pernambuco, ela não citou a ex-companheira de chapa do marido e afirmou que agora terá “que participar por dois ”.

Dilma se recusa a comentar atitude petista com mensaleiros

Em entrevista ao “Jornal Nacional”, a presidente Dilma defendeu ministros sob suspeita e evitou responder sobre o comportamento do PT, que trata petistas condenados pelo mensalão como guerreiros. Preferiu dizer que, como presidente, não comenta julgamentos do STF e se recusou a falar da atitude do PT. Dilma minimizou problemas na economia e admitiu que, após 12 anos de PT no poder, a saúde não está em situação razoável.

Pezão: ‘Não é normal’ a proximidade de governantes com empreiteiros

Guerra da água - Rio, SP , MG e União fazem acordo

Os governos de São Paulo, Rio, Minas Gerais e a União fecharam acordo sobre a água da bacia do Paraíba do Sul. A vazão do Rio Jaguari, que vinha sendo contida por São Paulo, será elevada até que o governo do Rio conclua obras para receber menos água, a partir de setembro.

Analistas veem PIB morno até 2016

Pesquisa do BC mostra 12ª piora seguida na previsão para o PIB, que foi reduzida a 0,79%. Para analistas, economia só começa a se recuperar no segundo semestre de 2015.

TRE barra candidatura de Cesar Maia ao Senado. Cabe recurso ao TSE

Obama quer polícia menos militarizada

O presidente Obama defendeu rever a militarização policial para proteger “liberdades civis ”. A Guarda Nacional vai atuar após distúrbios por morte de negro com 6 tiros.

Ebola - Doentes estão desaparecidos

Militares cercaram hospital de Médicos Sem Fronteiras na Libéria; 17 pacientes que fugiram continuam desaparecidos.

Ilimar Franco

Marina evitará palanques de Alckmin e Lindbergh.

Merval Pereira

As dificuldades para Marina começam agora.

Ricardo Noblat

Amaral conspira para inviabilizar Marina.

 

VALOR ECONÔMICO

Tesouro Nacional segura também repasses ao BB

Para melhorar o resultado das contas públicas, o Tesouro Nacional tem adiado o repasse de recursos a bancos federais. No caso do Banco do Brasil, o Tesouro está retendo o pagamento de subsídios de financiamentos agrícolas. A CEF tem sofrido atrasos para o pagamento de benefícios sociais

Com Marina, disputa por doações fica mais renhida

O comando da campanha de Aécio Neves (PSDB) à Presidência já prevê dificuldades para obter doações de empresários com a entrada da ex-senadora Marina Silva (PSB) na disputa presidencial. Segundo pesquisa Datafolha divulgada ontem, Marina aparece tecnicamente empatada com Aécio e pode ameaçar a candidatura do tucano na disputa de um eventual segundo turno com a presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff.

No 'JN' Dilma esquiva-se de perguntas sobre corrupção

Candidatos adotam estratégias distintas no rádio e TV

Os novos desafios de Marina Silva

Mudança na legislação pode levar ex-senadora a desistir de criar Rede Sustentabilidade e juntar seu capital político ao PSB

Marina atrai desencantados e ameaça Aécio

Entrada da ex-senadora reduz em dez pontos percentuais o grupo dos indecisos e dos que diziam que votariam em branco ou nulo

Planalto comemora pesquisa; tucanos minimizam

Viúva de Campos concentra-se na disputa local

Prioridade do grupo político do governador é eleger Paulo Câmara ao governo de Pernambuco

Provável vice enfrenta corrida difícil pelo Senado

Marina será confirmada sob guerra interna no PSB

Hóspede fixou data para ir embora

Marina busca consenso com PSB em 250 páginas

Neca Setubal, coordenadora do programa pela Rede, diz que texto será lançado na próxima semana e tem perto de 250 páginas

Candidatura expõe tabus de ex-ministra no setor elétrico

Ex-líder do governo Dilma declara voto em Aécio

Em palestra para economistas, Jucá diz que PT adota modelo econômico socialista

Credit Suisse mantém cenário de favoritismo de Dilma

Análise de banco diz que tempo de TV prejudicará Marina

À espera de dias melhores

A Voith lamenta a falta de crescimento do Brasil e de sua receita por aqui, no ano em que completa 50 anos no país. "Temos dinheiro e poderíamos investir e ter mais negócios se a situação estivesse melhor", afirma o presidente mundial da companhia alemã, Hubert Lienhard

Renova inova no crédito para usinas eólicas

A estrutura para concessão de financiamento a empresas de energia eólica não acompanhou a expansão do setor. A solução encontrada pela Renova para criar um "project finance" viável foi reunir as sociedades de propósito específico numa espécie de "sub-holding"

Passos defende o corte de subsídios à indústria

É preciso fazer uma revisão criteriosa das desonerações concedidas à indústria. A sugestão é do empresário Pedro Passos, fundador da Natura e presidente do Iedi. Em sua avaliação, o único subsídio a ser mantido pelo próximo governo deveriam ser as linhas de financiamento à inovação

Nova Agri está à venda por US$ 1 bi

Prestes a começar a operar, o Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram), no porto de Itaqui, passará em breve pela primeira dança de cadeiras. O fundo de "private equity" Pátria colocou à venda, por US$ 1 bilhão, a NovaAgri, empresa de logística adquirida em 2010

Argentino compra moeda da Bolívia

"Argentinos começaram a fazer poupança em bolivianos, porque estão confiando na nossa moeda", disse o ministro boliviano da Economia, Luis Arce. Economistas dos dois países confirmaram ao Valor a procura pela moeda do país andino, mas isso se restringe a um movimento de fronteira

 

CORREIO BRAZILIENSE

Eles vão invadir sua casa para pedir voto

Os candidatos ao Planalto abrem hoje a campanha eleitoral na televisão. Pelo menos na largada, os programas de Dilma, Aécio e Marina %u2014 os três mais bem colocados nas pesquisas %u2014 terão algo em comum: todos, em maior ou menor grau, farão uma homenagem a Eduardo, o presidenciável do PSB morto em um desastre aéreo na semana passada. Também vai ao ar, nesta terça-feira, a propaganda de concorrentes a uma vaga de deputado federal. Amanhã, começa a batalha pelo voto entre os postulantes ao governo local, à Câmara Legislativa e ao Senado. Tanto no rádio quanto na tevê, as gravações serão veiculadas em dois horários, sempre em um total de 50 minutos. PSB ainda discute nome de vice TRE-DF barra candidata do PCO (Kleber Sales/CB/D.A Press) Os candidatos ao Planalto abrem hoje a campanha eleitoral na televisão. Pelo menos na largada, os programas de Dilma, Aécio e Marina %u2014 os três mais bem colocados nas pesquisas %u2014 terão algo em comum: todos, em maior ou menor grau, farão uma homenagem a Eduardo, o presidenciável do PSB morto em um desastre aéreo na semana passada. Também vai ao ar, nesta terça-feira, a propaganda de concorrentes a uma vaga de deputado federal. Amanhã, começa a batalha pelo voto entre os postulantes ao governo local, à Câmara Legislativa e ao Senado. Tanto no rádio quanto na tevê, as gravações serão veiculadas em dois horários, sempre em um total de 50 minutos.

PSB ainda discute nome de vice

TRE-DF barra candidata do PCO

Planos de saúde: 55% reincidem em abusos

De 117 operadoras que tiveram algum convênio suspenso pela ANS, a maioria voltou a cometer infrações contra o consumidor.

Francisco e o dilema da morte

O papa teria admitido a vontade de ficar por alguns anos à frente da Igreja e depois renunciar. %u201CSei que vou durar pouco tempo. Dois ou três anos. E, depois, vou para “a Casa do Pai!”

Uma nova era do jornalismo

As principais empresas jornalísticas do país debatem no congresso da Associação Nacional de Jornais (ANJ), que se realiza em São Paulo, a relação do jornal impresso com as mídias digitais.

Violência racial pressiona Obama

O presidente dos EUA suspendeu as férias para discutir uma solução para os conflitos de rua no Missouri. Dez dias depois da morte de um jovem negro, baleado pela polícia, a Guarda Nacional foi chamada para conter os distúrbios de rua.

Gisele Bündchen, Angélica e Thiaguinho... numa fria por uma causa nobre

Nos últimos dias, no Brasil e em todo o mundo, celebridades do cinema, da moda, da música, do esporte e da tecnologia toparam um desafio: tomar um banho com muito gelo e água fria. De Bill Gates a Lady Gaga, selfies da aventura fazem sucesso. À primeira vista, parece uma brincadeira. Mas, na verdade, é uma campanha para chamar a atenção para a esclerose lateral amiotrófica (ELA), uma doença caracterizada pela degeneração motora. Em 20 dias, a iniciativa já arrecadou US$ 1,8 milhão em doações para pesquisas. (Fotos: Instagram/Reprodução) Nos últimos dias, no Brasil e em todo o mundo, celebridades do cinema, da moda, da música, do esporte e da tecnologia toparam um desafio: tomar um banho com muito gelo e água fria. De Bill Gates a Lady Gaga, selfies da aventura fazem sucesso. À primeira vista, parece uma brincadeira. Mas, na verdade, é uma campanha para chamar a atenção para a esclerose lateral amiotrófica (ELA), uma doença caracterizada pela degeneração motora. Em 20 dias, a iniciativa já arrecadou US$ 1,8 milhão em doações para pesquisas.

A ficha extensa dos assassinos de Leudiquele

Presos em Ceilândia, os dois acusados do estupro e da morte da adolescente eram bandidos condenados por vários crimes. Eles estavam em liberdade condicional.

Games: entre o excesso e o tempo salutar

Especialistas afirmam que jogar videogame uma hora por dia torna as crianças satisfeitas com a vida. Quem exagera, no entanto, pode desenvolver comportamentos destrutivos.

O poder que sai das cozinhas

Crianças participam de oficina culinária no Congresso da Abrasel: gastronomia em todos os momentos da vida.

As multifaces da capital

A cantora Tiê se apresentou ontem no início do Projeto Retrato Brasília, uma parceria entre o Correio Braziliense e o CCBB. (Minervino Junior/CB/D.A Press) A cantora Tiê se apresentou ontem no início do Projeto Retrato Brasília, uma parceria entre o Correio Braziliense e o CCBB.

Sem medo de ser Neymar

Recuperado da lesão que sofreu na Copa, atacante marca dois gols e é o protagonista da vitória por 6 x 0 do Barça sobre o León. (Josep Lago/AFP) Recuperado da lesão que sofreu na Copa, atacante marca dois gols e é o protagonista da vitória por 6 x 0 do Barça sobre o León.

Mané pode ver o Vasco líder

Time carioca assume a liderança da Série B se vencer o Vila Nova-GO hoje, no DF, e o Ceará tropeçar diante do ABC.

Mais sobre eleições

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!