Multas contra empresas envolvidas na Lava Jato podem chegar a R$ 8 bi

Informações são do jornal O Globo. Segundo secretário executivo da Controladoria Geral da União, a multa equivale a 20% do faturamento de cada empresa

As nove principais empreiteiras envolvidas na Operação Lava Jato devem pagar multas que chegam a R$ 8 bilhões nos processos da Controladoria Geral da União (CGU), caso não acertem com o órgão acordos de leniência. As informações são do jornal O Globo deste sábado.

Atualmente, Odebrecht, Andrade Gutierrez, OAS, Camargo Corrêa, Engevix, Galvão Engenharia, Queiroz Galvão, Mendes Junior e Constran/UTC respondem por prejuízos causados a Petrobras e segundo Carlos Higino Ribeiro de Alencar, secretário-executivo da CGU, o cálculo das multas equivale a 20% do faturamento bruto de cada empresa.

“Além da multa, essas empresas poderão ser proibidas de fechar contratos com órgãos públicos por no mínimo dois anos. Pela Lei de Licitações, elas só poderão voltar a obter contratos públicos depois de ressarcirem os prejuízos e publicar anúncios sobre a punição, reconhecendo os ilícitos”, disse Alencar ao jornal O Globo.

 

Confira reportagem na íntegra

Mais sobre Operação Lava Jato

 

Continuar lendo