MP é retirada de pauta após determinação do governo

O plenário da Câmara acaba de aprovar requerimento pela retirada de pauta da Medida Provisória (MP 394/07) que amplia o prazo de renovação do registro de armas de fogo perante a Polícia Federal.

A medida segue a determinação da base governista da Câmara para que não seja aprovada nenhuma MP até que o Senado vote a CPMF, imposto do cheque.  Mesmo Pompeu de Mattos (PDT-RS), autor do substitutivo que modifica a MP do Estatuto do Desarmamento, aprovou a decisão dos colegas. “É legitima a retirada de pauta diante da atual situação política em que se uma MP for aprovada aqui ela vai obstruir a pauta do Senado. Vamos esperar até que tudo se resolva por lá para colocarmos novamente em votação aqui”, disse.

A proposta do Pompeu de Mattos modifica 14 itens do atual estatuto. A mudança mais polêmica é a que possibilita a compra de armas de fogo por pessoas que  respondem a inquérito policial ou a processo criminal. (Erich Decat)

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!