MP dá parecer a favor da perda de mandato de André Vargas

Procuradoria se posicionou a favor de pedido formulado pelo PT, que quer o mandato do deputado acusado de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef

O Ministério Público (MP) emitiu parecer favorável à perda de mandato do deputado federal André Vargas (sem partido/ ex-PT-PR) em ação movida pelo Partido dos Trabalhadores (PT). Pressionado pela cúpula petista, Vargas deixou o partido no final de abril. A sigla alega infidelidade partidária por parte do parlamentar, que é  suspeito de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef em negócios ilícitos.

A procuradoria eleitoral entendeu que não havia justa causa para o deputado federal ter saído do PT e se posicionou a favor do pedido da sigla. O parlamentar alega que foi acusado sem chance de defesa e ameaçado de expulsão por parte da direção partidária.

O parecer foi divulgado hoje (29). Para a procuradoria, Vargas não apresentou documentos para comprovar a discriminação alegada.

“No que atine à alegação de que o partido teria assentido com a existência dos fatos que levaram à desfiliação, mesmo que se pudesse ir além, afirmando ter o partido requerente anuído com a desfiliação (o que não ocorreu), isso, a anuência, não se encaixa em nenhuma das causas justificadoras”, escreveu o procurador Eugênio Aragão. Ele concluiu que o mandato pertence ao partido. “Os eleitores escolheram aquele partido para representá-los politicamente”.

De acordo com denúncias divulgadas pela imprensa, o deputado usou um jatinho pago pelo doleiro e ajudou a intermediar um contrato de uma empresa de Youssef com o Ministério da Saúde. O caso está no Supremo Tribunal Federal (STF). O doleiro foi preso na Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal em março para desbaratar esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões.

 

Mais sobre a Operação Lava Jato

Outros textos sobre André Vargas

Nosso jornalismo precisa da sua assinatura

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!