Morre o senador João Ribeiro, do Tocantins

Senador se recuperava de um transplante de medula óssea e estava internado na UTI do Sírio Libanês, em São Paulo. Suplente Ataídes de Oliveira, do Pros, deve ser efetivado no Senado

O senador João Ribeiro (PR-TO), de 59 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (18), em São Paulo, em consequência de complicações de uma doença rara, chamada de síndrome mielodisplásica (tipo de leucemia). Ele estava internado na UTI do Hospital Sírio Libanês, para onde foi transferido na última sexta-feira (13) com um quadro de hemorragia pulmonar.

João Ribeiro se recuperava de um transplante de medula óssea, realizado no dia 16 de novembro. O anúncio da morte do parlamentar tocantinense foi feito em plenário pelo senador Walter Pinheiro (PT-BA), durante sessão conjunta do Congresso. O ex-líder do PR na Câmara Luciano de Castro (RR) pediu um minuto de silêncio em homenagem ao ex-colega.

O senador chegou a se licenciar do mandato em fevereiro para tratar da saúde. Voltou ao cargo em agosto. Com sua morte, assume em definitivo a cadeira o suplente Ataídes de Oliveira (Pros-TO), ex-PSDB.

João Ribeiro estava em seu segundo mandato consecutivo de senador. Antes havia sido deputado federal por dois mandatos. Também foi deputado estadual por Goiás, antes da criação do Tocantins. Natural de Campo Alegre de Goiás, era casado e tinha sete filhos.

Nosso jornalismo precisa da sua assinatura

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!