Morre o ex-senador Ney Maranhão

Pernambucano, que foi um dos líderes da "tropa de choque" de Fernando Collor no processo de impeachment, morreu em decorrência de um câncer no fígado aos 88 anos

O ex-senador Ney Maranhão (PE) morreu, nesta segunda-feira (11), em Recife aos 88 anos, em decorrência de um câncer no fígado. Ney foi um dos líderes da chamada tropa de choque do ex-presidente Fernando Collor no processo de impeachment. Nos últimos anos, trabalhou no gabinete de Collor como assessor. Em 1992, foi um dos três senadores a votarem contra o afastamento do então presidente.

O corpo dele será velado na Assembleia Legislativa de Pernambuco nesta tarde. Natural de Moreno (PE), Ney foi prefeito de sua cidade natal, deputado federal por quatro mandatos e senador entre 1988 e 1995. Apelidado de “senador boiadeiro”, Ney era conhecido por utilizar terno de linho branco e, em vez de sapatos, sandálias de couro.

Mais sobre Fernando Collor

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!