Morre o ex-governador do Ceará e ex-senador Beni Veras

Um dos fundadores do PSDB, o tucano também foi ministro do Planejamento durante governo de Itamar Franco, em 1994

O ex-senador e ex-governador do Ceará Beni Veras morreu, aos 80 anos, na manhã desta sexta-feira (6). Eleito senador em 1991, o político assumiu Ministério do Planejamento do governo de Itamar Franco, em 1994. Ele estava internado há mais de uma semana na UTI do Hospital Monte Klinikun, em Fortaleza. O ex-senador morreu vítima de complicações do Mal de Parkinson.

Um dos fundadores do PSDB, Veras atuava nas esferas política e empresarial e contribuiu com o desenvolvimento do Centro Industrial do Ceará, do qual foi vice-presidente. Ele também foi um dos articuladores do movimento conhecido como “projeto das mudanças”, nos anos 1980. A mobilização foi responsável por derrotar a política ‘dos antigos coronéis’, elegendo o atual senador Tasso Jereissati como governador do estado. Em 1999, Veras foi eleito vice-governador de Tasso, que estava em seu terceiro mandato. Em 2002, o ex-ministro assumiu o governo após renúncia do então chefe do estado para disputar vaga no Senado.

Natural de Crateús, o ex-senador começou seus estudos na cidade natural e depois se mudou para Fortaleza, onde fez o ginasial e o científico no Liceu do Ceará. Ele era casado com Vanda de Sousa Alcântara e tinha quatro filhos.

A Assembleia Legislativa do Ceará decretou luto oficial de três dias no âmbito do poder Legislativa. O governo do estado também formalizou luto de três dias e manifestou profundo pesar pela morte do ex-governador.

Mais sobre luto no Congresso

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!