Ministros tomam posse no Palácio do Planalto

Presentes na cerimônia vaiaram três novos integrantes do primeiro escalão de Dilma Rousseff: Kátia Abreu (Agricultura), George Hilton (Esporte) e Gilberto Kassab (Cidades)

Após receber os cumprimentos dos chefes de Estado e de Governo e dos demais representantes de outros países, a presidenta Dilma Rousseff nomeou os 39 integrantes de seu ministério.  Quase a metade do ministério é formado por nomes conhecidos, pois 15 ministros foram mantidos em suas cadeiras e quatro foram remanejados para outras pastas. Nos anúncios que promoveu nas últimas semanas, Dilma escolheu 20 novos nomes para o seu primeiro escalão.

Três dos novos integrantes do ministério de Dilma foram vaiados na cerimônia: Kátia Abreu (Agricultura), George Hilton (Esporte) e Gilberto Kassab (Cidades). Os protestos foram discretos entre os presentes na cerimônia. Kátia Abreu presidiu a Confederação da Pecuária e Agricultura do Brasil (CNA) e chegou a receber o prêmio Motosserra de Ouro da ONG Greenpeace. Hilton, deputado federal pelo PRB, foi criticado por atletas e pessoas ligadas ao esporte por não ter afinidade com a pasta. Já Kassab sofre resistências pelo seu passado político no DEM.

Assinaram o termo de posse 24 ministros, pois assumem novas funções. Os 15 que permanecem nos cargos foram convidados a comparecer ao tapete verde, atrás da presidenta e do vice Michel Temer, durante a cerimônia. Logo depois, todos foram para o Salão Oeste do Palácio do Planalto, a fim de fazer a foto oficial ao lado de Dilma Rousseff.

A cerimônia de posse ocorreu no Salão Nobre do Palácio do Planalto. No local, mil cadeiras foram preparadas para autoridades, parentes dos ministros que tomaram posse, representantes de movimentos sociais e entidades da sociedade civil.

Chefes de Poderes, ex-presidentes da República -José Sarney e Luiz Inácio Lula da Silva, ministros e ex-ministros de Estado, governadores e ex-governadores, parlamentares e prefeitos de capitais também estiveram presentes à cerimônia, como os presidentes do Senado Federal, Renan Calheiros; da Câmara, Henrique Eduardo Alves; e do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!