Ministro do Esporte muda de partido e pode permanecer no cargo

George Hilton deixou o PRB alguns dias depois do partido anunciar o rompimento com o governo. Ministro foi para o PROS e poderá permanecer no cargo

O ministro do Esporte, George Hilton, deixou o PRB e migrou para o Pros. Com a mudança, o ministro poderá continuar à frente da pasta, uma vez que o PRB anunciou na última quarta-feira (16) o rompimento com o governo. O comunicado sobre a mudança de partido foi feito hoje por Hilton, na mesma data em que o PRB emitiu uma nota dizendo que ele teria informado à presidente Dilma sobre sua decisão de renunciar ao ministério.

"Me desfilio por entender que, neste momento, nós, homens e mulheres que atuam na vida pública, devemos nos empenhar no sentido de desfazer conflitos, evitar injustiças e trabalhar com afinco pela normalidade democrática e pela solidez das instituições nacionais. Entendo que tal missão, nesses dias sombrios, implica em apoiar o governo da presidenta Dilma Rousseff, eleita pela maioria do povo brasileiro numa disputa limpa e regular", publicou George Hilton em sua página no Facebook.

Na quarta-feira, o presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, fez um pronunciamento à imprensa e anunciou o rompimento com o governo. “Não vemos norte para a situação do país”, declarou Marcos durante a coletiva. Na ocasião, ele disse que o Ministério do Esporte estava à disposição da presidente. Na nota divulgada hoje pelo partido, o presidente ainda diz que a carta de demissão de George Hilton estaria pronta, e que o ministro estava apenas aguardando Dilma escolher um novo nome para oficialmente deixar o comando da pasta. O ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, era cotado para assumir a vaga de Hilton.

Mais sobre crise na base

Mais sobre partidos políticos

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!