Ministro das Relações Exteriores debaterá situação dos brasiguaios

Parlamentares querem saber a real situação dos agricultores brasileiros que vivem no Paraguai. Desde janeiro, eles estão em conflito com paraguaios sem-terra

O ministro das Relações Exteriores, Antônio Patriota, participará de audiência pública, na próxima semana, para debater a situação dos brasiguaios. Integrantes da Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul (Parlasul) aprovaram hoje (9) pela manhã, o requerimento de convocação apresentado pelo deputado Roberto Freire (PPS-PE), em reunião presidida pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR).

No requerimento apresentado, Freire pede explicações ao ministro sobre a situação dos agricultores brasileiros que vivem em território paraguaio, e também sobre as negociações feitas atualmente pelos dois países. Em sua justificativa, Freire afirma que o governo paraguaio está empenhado em atender às demandas locais de reforma agrária, ao mesmo tempo em que busca uma solução pacífica para a questão dos brasiguaios, "dentro da lei e com respeito à propriedade privada e a garantia à segurança dos colonos no Paraguai".

O deputado afirmou ainda que a situação entre os dois países chegou a um estágio extremo e por isso, merece atenção especial das autoridades brasileiras.

De acordo com a Agência Brasil, desde 23 de janeiro, brasiguaios e carperos, nome dado aos sem-terras paraguaios, estão em conflito na região de Santa Rosa del Monday, no Alta Paraná. Os carperos alegam que as terras ocupadas por brasileiros seriam destinadas à reforma agrária e estariam sendo ocupadas ilegalmente. Os brasileiros negam a irregularidade, e a justiça paraguaia determinou a reintegração de posse para os brasileiros.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!